Grupo Premier

oBlog GP

Trump anuncia tarifa de 10% sobre US$ 200 bilhões em produtos da China

2018-09-17T20:34:40-03:00 2018-09-22T15:53:03-03:00 Estadão Conteúdo Mais tarifas

Trump joga nova bomba no comércio chinês

Presidente americano impôs tarifas de 10% sobre US$ 200 bilhões em produtos da China e ainda anunciou um possível novo aumento em 2019

17 de setembro de 2018 20:34 – atualizado às 15:53

Xadrez com Estados Unidos e China
Xadrez com Estados Unidos e China
Presidente americano impôs tarifas de 10% sobre US$ 200 bilhões em produtos chinesesImagem: Shutterstock

O presidente dos EUA, Donald Trump, anunciou nesta segunda-feira, 17, tarifas de 10% sobre o valor de US$ 200 bilhões em importações chinesas, que aumentarão para 25% no início de 2019.

De acordo com comunicado do presidente, as tarifas de 10% terão início a partir do dia 24 de setembro. No dia 1º de janeiro, as tarifas subirão para 25%. Além disso, “se a China tomar medidas de retaliação contra nossos agricultores ou outras indústrias, imediatamente buscaremos a fase três, que são tarifas adicionais sobre aproximadamente US$ 267 bilhões de importações”.

Segundo Trump, a China está envolvida em inúmeras políticas e práticas injustas relacionadas à tecnologia e à propriedade intelectual dos EUA, como forçar as empresas americanas a transferir tecnologia para as contrapartes chinesas e o país não está disposto a mudar suas práticas.

Mesmo após tarifas, “a China se recusa a mudar suas práticas e, de fato, recentemente impôs novas tarifas em um esforço para prejudicar a economia dos Estados Unidos”, apontou Trump.

“Peço aos líderes da China que tomem medidas rápidas para pôr fim às práticas comerciais injustas do país. Espero que esta situação comercial seja resolvida, no final, por mim e pelo Presidente Xi da China, pelos quais tenho grande respeito e carinho”, destacou o presidente americano.

Gostou deste conteúdo?Siga-nos em nossas redes e seja sempre o primeiro a saber

Fonte: www.seudinheiro.com/2018/donald-trump/trump-joga-nova-bomba-no-comercio-chines

Esta gostando do conteúdo? Compartilhe!

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram