Grupo Premier

oBlog GP

Plano de negócio para não perder dinheiro

Plano de negócio para não perder dinheiro | Ecommerce na Prática

Compartilhar89CompartilharTwittarPin89 Compart.

Validar o plano de negócio é um dos pontos mais importantes na hora de desenvolver um Ecommerce. Em contrapartida, é notável o desconhecimento dos empreendedores na hora de entender se o plano está de acordo com o público-alvo e o mercado. Sobre este assunto, há uma estratégia muito antiga e barata para conseguir validar um plano de negócios sem perder dinheiro. Quer entender como isso funciona? Continue lendo esta matéria.

O que é a validação do plano de negócio?

É preciso montar um quadro imaginário para entender o processo. Pense que vai abrir um negócio de roupas pela internet, mas ainda não tem certeza se vai agradar o público. Há duas opções: a primeira – e mais popular – é ignorar a incerteza e investir muito dinheiro em estoque com variedades. Dessa forma tem capital de giro para iniciar, coloca a empresa em operação, atrai tráfego e gera conteúdo. Então, depois de tudo, percebe que não está vendendo nada. Este é o maior sinal de que seguiu a opção errada. A falta de validação faz isso, o que nos leva à segunda – e mais segura – opção.

Os passos que tomou são corretos: tem estoque e gera tráfego por meio de conteúdos. O erro foi na hora de olhar para o cliente. Perguntou que roupa ele quer? Quais modelos? Olhou ao redor para entender quais são os concorrentes? Trouxe algum diferencial para sua marca? A resposta para essas perguntas provavelmente é não. Em vez disso, tirou da própria cabeça, com ideias pré-concebidas, o que seu cliente gostaria, e estocou tudo em casa.

Isso acontece todos os dias com pequenos e médios empreendedores, seja em pontos físicos ou Ecommerce. No último, porém, a facilidade de validar o plano de negócio é tão grande e barata (quase zero de investimento) que não dá para entender por quê empreendedores com ideias incríveis vão pro buraco antes mesmo de conseguir decolar. Esta é a razão pela qual um plano de negócio precisa ser validado – e a partir dele será mais fácil conseguir dinheiro e investimento.

O que deve ter em mente, porém, antes de começar é que o momento de validação não é a hora de lucrar. É a hora de obter respostas.

A sacada da Zappos

A Zappos foi uma grande percursora do Ecommerce de sapatos na internet numa época em que todos achavam que era impossível fazê-lo. O fundador foi para lojas no shopping, tirou fotos dos sapatos, colocou num site disseminado como beta (versão de teste) e deu um prazo grande para as entregas acontecerem. Depois que as peças eram vendidas, a equipe ia ao shopping, comprava e enviava o pedido. Assim que começou a impactar as pessoas com esta grande novidade da época, coletou as objeções dos clientes que estavam comprando e incluiu no modelo de negócios. Descobriu, desse modo, que as pessoas tinham medo de perder o dinheiro, medo do sapato não caber…

No fim do processo, o negócio estava validado: só precisava montar um estoque e vender. Além de bater o martelo sobre o plano de negócio, ainda conseguiu um investidor anjo para o negócio rodar. O sucesso da marca é tamanho que, em 2010, a Amazon comprou a Zappos por 1,2 bilhões de dólares.

Como vender sem ter estoque? Clique e descubra.

Agora pense: será que teriam ido tão longe se tivessem investido de cara num grande estoque, sem entender o cliente? Não. E esta estratégia pode ser inserida em todos os segmentos de Ecommerce onde não há necessidade de estoque no primeiro momento.

Agora que já sabe como validar, conheça algumas estratégias que não deve ignorar no seu negócio. Aplicando-as, suas chances de conversão de vendas será muito maior.

Estoque

como fazer controle de estoque   pilhas de caixas vazias
como fazer controle de estoque pilhas de caixas vazias
Uma das coisas que mais incentivamos nos cursos é evitar estoques muito grandes na validação. Muitos fornecedores, quando for procurar, irão pedir um valor mínimo de compra para te vender o produto a preço de custo. Um dos nossos alunos percebeu que, indo contra esta onda, ele podia correr menos riscos. A estratégia que usou foi a seguinte:

Em vez de aceitar o valor do fornecedor, foi até um distribuidor para comprar peças únicas – sob demanda. Ele perdia 12 centavos por peça comprando desta forma, mas, em contrapartida, não investir um valor alto no produto ainda não validado. Quando começou a vender uma unidade por dia e percebeu que seu negócio tinha potencial, aí, sim, voltou ao fornecedor para fazer a compra maior.

Às vezes, na etapa de validação do negócio, investir muito alto em estoque não é uma boa estratégia. Assim, invista um tempo em mapear os distribuidores ou varejistas mais próximos de você. Essa, inclusive, é uma boa dica para quem ainda não conseguiu acertar a estratégia de logística do negócio.

Como converter carrinhos abandonados

pessoa comprando pelo internet
pessoa comprando pelo internet

Temos o caso de uma aluna que vendia atacado em marketplace. No primeiro momento, ainda em fase de validação, viu que não havia conversão. Para tentar reverter isso, investiu em mídias sociais para divulgação do trabalho. Funcionou para os clientes a conhecerem, mas aí surgiu um novo problema: carrinhos abandonados.

Para tentar reverter esse cenário, uma dica importante é buscar entender a objeção do cliente. Foi preço? Valor do frete? Encontrou outro produto? Geralmente, se a pessoa já incluiu o produto no carrinho, quer dizer que ela quer comprar. A desistência é por algum erro no meio do caminho e é seu trabalho, como vendedor, entender como otimizar isso.

Outra estratégia é utilizar ferramentas como recuperador de carrinho ou bot do Facebook. No mercado B2B (empresa para empresa), que lida com outro empreendedor, isso não funciona bem. Isso acontece porque o revendedor pode estar apenas fazendo comparação de preço e pesquisando. No entanto, há uma estratégia recomendada pelo Bruno de Oliveira, que empreende na internet desde os 16 anos:

O atendimento humano funciona melhor neste contato de um para um, e precisa acontecer de forma imediata. Carrinho abandonado deve ser um problema a ser tratado na hora, não amanhã ou depois. Deixar para mais tarde pode significar perder o cliente para um concorrente. Assim, você tem mais chances de fechar negócio se entrar em contato com ele até 20 minutos depois do carrinho imaginado.

Logística

imagem08-03-2022-20-03-36
imagem08-03-2022-20-03-36

Uma das grandes dificuldades do Ecommerce é com relação à logística. Como o Brasil tem o quinto maior território do mundo, as entregas acabam sendo muito caras quando se trabalha com nacional. Com isso, seu custo aumenta e só sobram duas opções: ou diminui sua margem de lucro ou repassa este valor para o cliente. A última alternativa é boa, no entanto pode significar ficar com o preço acima do mercado.

O lado positivo é que existem estratégias para minimizar a comparação de custo e o impacto nas vendas. Elas são:

  • Melhorar sua margem de contribuição
  • Subsidiar uma parte do frete
  • Criando promoções de frete grátis a partir de determinado valor de compra
  • Restringir o campo de entrega

Restringir seu campo de entrega é, provavelmente, a decisão mais sábia a tomar. Quando seu negócio ainda não tem volume de venda e a concorrência é muito forte, expandir demais seu público vai te fazer gastar muito não apenas com entrega, mas com anúncios e tempo. Pense que é possível fazer um trabalho melhor e mais lucrativo nichando seu público, reduzindo-o.

Se sua empresa é em São Paulo, por exemplo, comece o negócio entregando no Estado ou, ainda, só na cidade. Lembre-se que o cliente que compra online espera agilidade. Quanto mais tempo a encomenda demorar a chegar, mais tempo ele terá para se arrepender.

Assim, comece pequeno para reunir forças (e caixa) para crescer.

Vídeos

pessoa assistindo vídeo
pessoa assistindo vídeo

Você não precisa de equipe para começar a gravar vídeos. Inclusive, se for esperar por isso para iniciar este tipo de conteúdo, vai ficar para trás no universo digital. Todas as pesquisas voltadas para marketing de conteúdo e consumo online apontam que streaming é futuro, portanto, seu negócio precisa seguir este movimento.

Para começar não é necessário muito. Veja os passos:

  • tenha algo importante a dizer e para sanar a dor do consumidor;
  • pegue uma câmera (ou o próprio celular);
  • um microfone de lapela (o da Apple funciona bem, mas tome cuidado com barulhos de fundo);
  • baixe um aplicativo de corte, assim poderá editar as partes que não considerar boas.

Apenas isso já é o suficiente para gravar seus vídeos. O importante, aqui, é começar. No início, pode não ficar a oitava maravilha do mundo, mas aos poucos irá aprimorar.

Lembre-se: vídeo é frequência, qualidade e conteúdo.

Gostou das dicas? Continue assistindo este vídeo com Bruno de Oliveira para entender como validar seu negócio e conquistar o mercado da maneira certa.

A maior escola de Ecommerce do Mundo.

Compartilhar89CompartilharTwittarPin89 Compart.

Fonte: ecommercenapratica.com/plano-de-negocio-validar-sem-perder-dinheiro

Esta gostando do conteúdo? Compartilhe!

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram