Grupo Premier

oBlog GP

Paul Krugman – Prêmio Nobel de Economia • OEconomista

Compartilhar Profissão Economista

Paul Krugman – Prêmio Nobel de Economia

Autor: O Economista – 13 de outubro de 2008

O economista norte-americano Paul Krugman, de 55 anos, foi anunciado hoje pela Real Academia Sueca de Ciências como ganhador do Prêmio Nobel de Economia de 2008, “por suas análises sobre modelos de comércio e localização da atividade econômica”. Krugman é professor da Universidade de Princeton e colunista do jornal The New York Times. Escreveu o livro “A Desintegração Americana – EUA Perdem o Rumo no Século XXI”. Além disso, ganhou a medalha John Bates Clark, outorgada pela American Economic Association, em 1991, e o Prêmio Príncipe de Astúrias de Ciências Sociais, em 2004.

Krugman graduou-se em economia pela Universidade Yale e doutorou-se no Massachusetts Institute of Technology (MIT). Escreveu mais de 200 artigos e vinte livros, alguns acadêmicos e outros escritos para o público leigo. Seu livro “International Economics: Theory and Policy” é usado como livro-texto para o estudo de economia internacional. Outros livros publicados por ele foram “The Conscience of a Liberal”, “Microeconomics” e “Economics”, estes dois últimos juntamente com Robin Wells.

O novo ganhador do Prêmio Nobel é também um grande crítico do governo de George W. Bush, tanto pela política interna quanto pela externa, e escreve suas críticas em sua coluna do The New York Times. É geralmente considerado um keynesiano.

Krugman esteve no Brasil em julho, participando de seminários. Em entrevista concedida à Folha de São Paulo na época, falou que o Brasil deveria ser o grande líder dos países emergentes nesta crise financeira (clique aqui para ler a entrevista).

A entrega do Prêmio Nobel de Economia acontecerá no dia 10 de dezembro, na Suécia.

O Prêmio Nobel

O Prêmio Nobel foi criado em 27 de novembro 1895, no testamento de Alfred Nobel, cientista sueco que ficou muito rico com a invenção da dinamite. As áreas premiadas eram: Física, Química, Medicina ou Psicologia, Literatura e Paz. Os prêmios começaram a ser entregues em 1901.

Em respeito ao testamento de Alfred Nobel, nenhuma outra área de atuação é acrescentada nas premiações. A única exceção foi a Economia. Isso porque em 1968 o banco sueco Sverige Riksbank, comemorando seu tricentenário, instituiu o “Prêmio Sverige Riksbank de Ciências Econômicas em memória de Alfred Nobel”, patrocinado pelo próprio banco. Por esta diferença, ele não leva o nome de “Prêmio Nobel” em sua nomenclatura oficial, mas é anunciado e entregue juntamente com os outros Prêmios Nobel, além de ser escolhido pela Real Academia Sueca de Ciências.

O primeiro Prêmio Nobel de Economia foi entregue em 1969 para o norueguês Ragnar Frisch e para o holandês Jan Tinbergen. Nesta área, a maioria dos premiados são norte-americanos (alguns deles naturalizados). Outra curiosidade: o mais velho ganhador de um Prêmio Nobel foi o economista Leonid Hurwicz (nascido na Rússia, naturalizado norte-americano), aos 90 anos, em 2007. Economia é também a única área em que nenhuma mulher ganhou o prêmio Nobel.

Fonte: Manoel Castanho – Jornalista do COFECON

, ,

Comentários

Ainda não há nenhum comentário para esta publicação. Registre-se ou faça login e seja o primeiro a comentar.

Melhore sua saúde financeira e tenha uma vida melhor
Melhore sua saúde financeira e tenha uma vida melhor

Fonte: www.oeconomista.com.br/paul-krugman-premio-nobel-de-economia

Esta gostando do conteúdo? Compartilhe!

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram