Grupo Premier

oBlog GP

Páscoa 2022: confira 15 dicas para vender mais

Páscoa 2022: confira 15 dicas para vender mais

páscoa 2022
páscoa 2022

Muitas datas comemorativas agitam o comércio, cada uma com suas características peculiares. No Natal, por exemplo, temos uma das épocas de vendas mais intensas pelo costume de presentear as pessoas queridas.

Na Páscoa, a grande tradição já são os ovos de chocolate, embora outras opções também tenham ganhado espaço no mercado. De qualquer forma, os negócios devem aproveitar a ocasião para vender mais.

Você está com esse plano para 2022? Então, confira todas as dicas que reunimos aqui para ajudar na sua preparação!

O storytelling da Páscoa

No Brasil, temos muitos feriados religiosos. A colonização brasileira teve uma forte influência da Igreja Católica e, por muito tempo, o catolicismo foi a religião oficial do Estado. A liberdade de culto foi decretada anos depois, mas a verdade é que muitas dessas influências permaneceram — incluindo as datas comemorativas e suas tradições.

A Páscoa é a celebração da ressurreição de Cristo, dias após ser crucificado pelos romanos e ter oferecido esse sacrifício em prol dos pecados da humanidade. Então, essa é uma grande data para os cristãos, que comemoram a vitória do Salvador.

Ao longo do tempo, outros símbolos foram se juntando a essa história. Um deles é o coelho, responsável por trazer os ovos de chocolate de presente, assim como o Papai Noel faz no Natal. As crianças ficam na expectativa de ganhar os mimos e todos acabam envolvidos na comemoração.

Há também referências pagãs por trás da história do coelho, que têm a ver com fertilidade, renovação da vida e o início da primavera (no hemisfério Norte). Seja qual for a sua versão preferida, vale aproveitar o storytelling de celebração da Páscoa para impulsionar as vendas nessa época do ano, certo? E isso vale para negócios de todos os tipos!

A Páscoa no Brasil

Engana-se quem acha que a Páscoa movimenta apenas os produtores de chocolates. Essa é uma data que impacta diferentes nichos do mercado, com destaque — claro — para as empresas alimentícias e todos os seus revendedores, como os supermercados espalhados pelo país.

O aumento das vendas nesse período é significativo, embora, nos últimos anos, a pandemia e a crise financeira tenham impactado os resultados. Ainda assim, há uma movimentação maior nesses dias.

O setor do turismo é um exemplo disso. O feriado da sexta-feira que antecede a Páscoa geralmente estimula as viagens para ver a família ou conhecer novos destinos. Logo, hotéis, empresas de transporte, negócios localizados nas estradas e tantos outros também esperam por isso.

Outro segmento impulsionado é o de pescados, pelo costume de consumir peixes (principalmente o bacalhau). Para os católicos, o consumo de outras carnes na sexta-feira santa é evitado em respeito ao sangue derramado na morte do Salvador. Mas, por esse motivo ou não, é fato que as vendas de pescados são maiores nesses dias.

Existe ainda a movimentação causada pelas pessoas que presenteiam na Páscoa — e não necessariamente com chocolates. Muitas crianças são agraciadas, o que não deixa de ser uma boa oportunidade para vários tipos de negócios.

Enfim, deu para ver que temos um evento importante no calendário comercial brasileiro, com diferentes possibilidades para todos os segmentos. Apesar de ser necessário analisar cada um deles, listamos a seguir dicas gerais para aproveitar esse contexto favorável.

Como vender mais na Páscoa?

Vender mais é o objetivo de toda pessoa ou empresa que quer o sucesso do seu negócio, certo? Logo, aproveitar a Páscoa é uma ótima oportunidade, mas não podemos nos esquecer de que isso requer certo planejamento e preparo.

Apesar de ser uma ocasião favorável em muitos sentidos, a concorrência é sempre um ponto a ser considerado. É preciso se destacar no mercado de alguma maneira, chamar a atenção das pessoas e convencer sobre a compra do produto/serviço que você oferece.

Pensando nesses desafios, temos várias dicas que prometem ajudar. Confira!

1. Crie uma campanha específica para a Páscoa

Não deixe a ocasião passar em branco. Se o seu negócio for diretamente relacionado com a Páscoa, é imprescindível montar uma campanha específica para a data.

Assim como os supermercados preparam corredores revestidos de ovos para despertar o interesse dos clientes, ou lojas de decoração montam cenários temáticos, faça a sua parte pensando no mesmo objetivo.

Independentemente do que você vende ou das características do seu negócio, é possível, pelo menos, planejar uma comunicação personalizada de Páscoa. Isto é, ainda que você venda equipamentos de ginástica ou eletrodomésticos, o seu site pode ganhar uma cara nova nesse período.

Pense também em descontos, kits promocionais, condições de pagamento diferenciadas, entre outras possibilidades. Como essa é uma data comemorativa já conhecida, prepare-se com antecedência e comece a movimentação dias antes para levar os seus clientes pelo funil de vendas.

O que é isso? É passar pelas etapas de atração, consideração e convencimento até conseguir fechar o acordo (que é a venda). Algumas pessoas vão demorar um pouco mais nesse processo e requerem mais atenção, enquanto outras decidem logo pela compra do produto ou serviço.

2. Pense no preço

A parte financeira não pode ficar de fora da sua estratégia. Como vimos, a Páscoa é um momento de maior demanda em vários segmentos, o que exige pensar melhor sobre a formação de preço do seu produto.

Talvez você seja impactado pelo aumento na cadeia de insumos e não tenha outra saída a não ser aumentar o seu valor. Pode ser também que isso não seja uma escolha sua, como as agências de turismo que acompanham os preços das passagens definidos pelas companhias aéreas.

Em alta temporada, como o feriado da Páscoa, é natural ter uma alta nos preços. E facilitar o pagamento talvez seja a salvação para não perder vendas, por exemplo.

Por outro lado, esse pode ser um bom momento de cobrar um pouco mais e lucrar com isso. Sabe a velha história de que barras de chocolates são mais baratas (em relação a preço e quantidade) e não justificam a procura pelos ovos de Páscoa?

Apesar de muita gente ter consciência disso, os ovos continuam sendo muito procurados, pois são como um produto especial dessa época do ano e oferecem outros atrativos. Então, nem sempre o preço baixo é a solução. O ideal é levar em conta todo o cenário para decidir sobre isso.

3. Aposte na presença digital da marca

A visibilidade da internet é um benefício que deve ser aproveitado. A grande maioria das pessoas está conectada diariamente, buscando por produtos e recebendo influências direta ou indiretamente. Quem nunca viu um anúncio aleatório e acabou se interessando pela compra? Esse é um dos papéis da internet.

Não explorar todo esse potencial e alcance do mundo virtual é um enorme erro nos dias de hoje. Então, já que você é impactado, tente impactar também. A sugestão vale para negócios de todos os tipos, tamanhos e segmentos: tenha um site atualizado e perfis ativos nas principais redes sociais.

Esses são meios de comunicação muito relevantes atualmente, e isso pode trazer ótimos resultados, sem contar que contribui com a experiência dos clientes. A verdade é que as pessoas fazem pesquisas na internet o tempo todo, e não encontrar informações sobre o seu produto pode gerar venda para o concorrente.

4. Use dados da internet para ter mais assertividade

Falando em internet, outra vantagem das plataformas digitais é poder analisar o perfil de quem interage com você, facilitando o relacionamento com o público e o planejamento das suas campanhas. Você vai descobrir características que alguns meios não permitem.

Quando uma empresa coloca um anúncio em jornal, revista, outdoor ou até mesmo em um comercial na TV, fica difícil analisar o alcance exato dessa iniciativa. Quantas pessoas se interessam? Qual é a média de idade delas? São mais mulheres ou homens? Esse é o tipo de dado que várias ferramentas virtuais entregam.

Além de ser mais barato investir no digital do que em outras mídias “tradicionais”, poder usar essas informações geradas pelas próprias ferramentas é excelente para criar conteúdos com mais assertividade — isto é, direcionados ao seu público-alvo.

Se você já investe em presença digital e nunca se preocupou com isso, aproveite para aprender um pouco mais sobre cada canal de comunicação e montar estratégias eficazes para vender mais.

5. Considere vender pela internet

Além de usar a internet e as redes sociais para divulgar o seu negócio, quem ainda não vende pelos meios digitais precisa considerar essa opção. Mesmo que não tenha um e-commerce preparado para a próxima Páscoa, deixe um canal aberto para as pessoas comprarem.

Pequenos negócios localizados em todos os cantos do país transformaram seus resultados tomando essa decisão de vender pela internet. Desde que você consiga se organizar e enviar o produto para o destino dos clientes, até o WhatsApp pode resolver a situação e ser o seu principal canal de vendas.

Uma loja física se torna virtual pelo simples fato de anunciar na internet, alcançando centenas ou até milhares de pessoas. Então, se isso ainda não faz parte do seu modelo de negócio, multiplique as chances de encontrar consumidores divulgando seus produtos na internet e oferecendo a opção de compra a distância.

6. Prepare seu time de atendimento

A qualidade do atendimento é um ponto-chave para o sucesso de qualquer negócio. Afinal, ninguém gosta de ser mal atendido, não é verdade? Ter uma boa experiência é fundamental para concluir a venda, fidelizar os clientes e ainda receber boas recomendações deles (o que chamamos de marketing indireto ou orgânico).

Portanto, prepare todo o seu time de atendimento para a Páscoa. Essas ocasiões requerem uma atenção especial. Se a intenção é bombar as vendas, as pessoas precisam estar preparadas para isso em todos os âmbitos, desde quem recebe o cliente em uma loja física até quem prepara as caixas para envio em uma loja virtual.

Aqueles que lidam diretamente com o público não podem se esquecer de uma abordagem personalizada nessa época. Se o seu negócio está fazendo uma campanha específica para a Páscoa, a equipe de atendimento precisa ser a primeira a reforçar sobre as oportunidades exclusivas e saber tirar todas as possíveis dúvidas, por exemplo. Faça com que todos entrem no clima!

7. Fique de olho nos concorrentes

Para montar o seu plano para a Páscoa e ter uma noção de como está o mercado, não deixe de acompanhar seus concorrentes. Como eles se comunicam? O que estão oferecendo de novo? Qual o preço dos produtos similares ao seu? Esses são pontos importantes para se manter informado.

A intenção não é copiar ninguém, mas ter referências e saber como as coisas estão andando no mesmo nicho. Muitas vezes, você vai aproveitar uma ideia e adaptar para o seu negócio. Afinal, a análise do contexto ajuda a definir o seu posicionamento.

Pesquise também sobre as perspectivas para o seu mercado, já que o cenário econômico como um todo influencia e a Páscoa é um evento que gera expectativa pelos analistas financeiros. Afinal, vivemos em um mundo dinâmico e interconectado, onde faz toda a diferença saber “dançar conforme a música”.

8. Pesquise tendências

Além da concorrência direta, acompanhar o mercado em geral é fundamental para ter boas ideias e aprimorar o seu negócio. Essa é uma tarefa que permite se antecipar e ter um diferencial capaz de atrair mais gente.

A função de pesquisar tendências é muito importante para quem trabalha com desenvolvimento de produto. Por exemplo, quando foi identificado que a preocupação com saúde e bem-estar era crescente, a variedade de produtos no mercado “fitness” aumentou significativamente. Um dos efeitos disso foi ter ovos de Páscoa sem açúcar, sem glúten ou outras variáveis.

Outro segredo é não focar em apenas uma direção como produto ou embalagem, mas observar o mercado como um todo. As tendências podem ser relacionadas a meios de pagamento, canais de comunicação, decoração, gestão etc. Ficar estagnado é sempre um risco para o seu sucesso!

9. Ofereça pelo menos uma novidade

Se o foco é chamar a atenção de alguma forma e melhorar suas vendas, a sugestão é oferecer uma novidade na Páscoa. Pense em lançar um produto, garantir um preço especial ou qualquer outra coisa que sirva para poder anunciar essa “notícia”.

A dica anterior de pesquisar tendências é boa parte disso. No universo dos ovos de chocolate, é comum o lançamento de novos sabores ou formatos, não é verdade? Existem os consumidores que gostam de manter suas escolhas tradicionais e aqueles que estão em busca de novidades para experimentar.

Se o seu negócio não faz parte desse segmento, encontre um caminho para não deixar de oferecer algo novo e que vá despertar o interesse das pessoas. E, claro, divulgue a novidade!

10. Converse com o seu público

Como falamos acima, não deixe a ocasião passar. Fale diretamente com seu público e use todas as ferramentas que tiver ao seu alcance para isso. Um dos erros cometidos por algumas empresas é focar a comunicação exclusivamente nas vendas.

Mesmo que esse seja o seu grande objetivo, as pessoas estão interessadas em se relacionar com as marcas que consomem. Por exemplo, é muito mais interessante seguir um perfil nas redes sociais que oferece informação e outros benefícios (como descontos, novidades em primeira mão e até um pouco de diversão) do que aqueles que tentam o tempo todo vender a qualquer custo.

Por isso, busque manter esse relacionamento sempre ativo, introduzindo diferentes temáticas ao decorrer do ano — como a Páscoa e outros eventos que podem dar um impulso nas vendas.

11. Prepare o estoque com antecedência

Épocas de pico de vendas exigem um bom planejamento de estoque. Querer vender mais e oferecer seus produtos sem estar realmente preparado para isso é capaz de colocar sua credibilidade em jogo.

O resultado provavelmente vai ser acumular dificuldades com a entrega dos itens, ter que lidar com a insatisfação das pessoas ou começar a negar vendas. Logo, faça uma projeção para tentar encontrar o ponto de equilíbrio ideal entre não perder clientes por falta de estoque e ficar com uma quantidade de produtos parada depois da Páscoa.

O custo de estocagem, com certeza, precisa ser contabilizado, e não é tão simples ter muitos produtos à disposição. Porém, considere esse momento especial e faça o possível para não desperdiçar oportunidades.

12.Use a criatividade

Essa é uma dica especialmente para quem vende algo fora do “universo da Páscoa”. Por que não ter melhores resultados vendendo eletrônicos ou material de construção? Não é impossível, basta usar sua criatividade para aproveitar a data. Algumas ideias são:

  • customizar o site com o tema;
  • mandar e-mail marketing falando sobre o assunto;
  • decorar o ambiente físico;
  • criar uma dinâmica de “caça aos ovos” nas redes sociais ou na loja física com brindes etc.

Não vender chocolates ou coelhos de pelúcia não deve ser uma desculpa para deixar essa data passar. Tente pensar fora da caixa, faça pesquisas na internet e, certamente, você vai encontrar uma saída para alavancar suas vendas.

13. Faça parcerias

Sua relação com a Páscoa pode nascer de uma parceria. Por que não presentear seus clientes com um miniovo de chocolate? Se você conseguir um acordo por trás disso, a proposta pode ser boa para todas as partes.

Uma alternativa é se juntar com alguém para oferecer uma nova solução nessa época. Um “combo” interessante é capaz de atrair pessoas, ainda mais quando usamos a estratégia de marketing de ser uma oferta temporária.

Imagine uma escola de idiomas que oferece um cupom de desconto em outro estabelecimento para quem fizer matrícula aproveitando a campanha da Páscoa. Viu só como não precisa ser fabricante de chocolate para lucrar nesse momento? Boas parcerias podem render oportunidades e movimentar as vendas!

14. Proteja seu negócio

A segurança do seu negócio é um fator mais do que importante. Afinal, não adianta querer vender o dobro e acabar não recebendo. Em outras palavras, tente fugir da inadimplência para que essa campanha de Páscoa não se torne um grande problema.

Obviamente, é difícil se proteger 100%, mas alguns recursos podem ajudar bastante. Um deles é a consulta de crédito para pessoas físicas e jurídicas. Ter acesso a algumas informações de cada perfil é uma forma de cuidar do relacionamento com seus clientes e fornecedores.

Assim, você evita surpresas e facilita a tomada de decisão na hora de vender, comprar e escolher seus parceiros de negócio. As pequenas e médias empresas, ou PMEs, estão entre as principais beneficiadas por essa solução, que contribui com a saúde financeira e crescimento delas.

15. Avalie os resultados para as campanhas seguintes

Por fim, uma campanha funciona como uma tentativa, que está suscetível a falhas e acertos. Pode ser que tudo saia como o planejado, mas pode ser que imprevistos surjam. Ou que a resposta do público não seja conforme o esperado, ou que supere as expectativas.

Trabalhar com vendas é desafiador e o fator surpresa sempre existe porque o público consumidor não é uma constante. Então, não deixe de dar o seu melhor e acompanhar os resultados pensando nas campanhas seguintes.

Confira o que deu certo e as falhas que podem ser corrigidas na próxima oportunidade. Pense também em como aproveitar outras datas durante o ano em seu planejamento 2022, como o Dia das Mães, o Dia dos Namorados, a Black Friday, o Natal, entre outras. Lembre-se de usar a criatividade e junte todas as dicas que demos aqui para a sua Páscoa neste ano.

Gostou do guia para melhorar suas vendas? É hora de rever as estratégias e montar um novo plano de ação colocando as sugestões em prática. Aproveite e compartilhe este conteúdo com seus parceiros para ajudá-los a ter resultados ainda melhores!

Fonte: empresas.serasaexperian.com.br/blog/pascoa-2022

Esta gostando do conteúdo? Compartilhe!

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram