Grupo Premier

oBlog GP

O que é e para que serve o Empreendedorismo Social

O que é e para que serve o Empreendedorismo Social

Empreendedorismo Social
Empreendedorismo Social

É fato que o empreendedorismo é uma das temáticas mais discutidas atualmente. O curioso é que muitas pessoas não sabem o que é empreendedorismo social, afinal, pensam que esse assunto se resume apenas em abrir um negócio ou uma marca e gerar capital.

Porém, não é só isso. Dentro desse conceito, a vida de moradores de uma comunidade específica pode se beneficiar, visto que esse processo busca soluções para problemas de ordem social.

Diante disso, alguns colaboradores criam formas engenhosas para resolver alguns impasses da sociedade, como é o caso do trabalho escravo e infantil. Desse modo, esse sistema visa resgatar essas pessoas desse risco social, melhorando a condição de vida na sociedade por meio da geração de capital social.

Por isso, para te ajudar a conhecer ainda mais sobre o empreendedorismo social, criamos esse artigo. Nele, nós te mostramos o que é, como funciona, seus benefícios, impactos e também os tipos de empreendedorismo social. Boa leitura!

O que é empreendedorismo social?

Como o próprio nome diz, o empreendedorismo social tem como um dos principais objetivos transformar ou pelo menos tentar minimizar alguns impactos ocasionados por problemas sociais. Iniciativas desse tipo estão pautadas em questões como o meio ambiente, desemprego, falta de atendimento médico e exclusão de minorias

Os ganhos financeiros não são o foco desse processo. Porém, pode aparecer como uma consequência do sucesso do serviço desenvolvido. Desse modo, quando isso acontece, o lucro é usado como uma forma de compensar as despesas com o projeto.

Somado a isso, muitos empreendedores engajados com essa causa oferecem vagas de emprego para grupos marginalizados, como moradores de rua, ex-presidiários e dependentes químicos que vivem nas ruas.

Como funciona esse serviço?

O empreendedorismo social funciona da seguinte maneira: o gestor tem como função presentear as pessoas com melhores condições de vida, seja por ajuda financeira a esses grupos marginalizados, seja na geração de empregos e ocupações para esse público, a fim de que eles se sintam acolhidos pelo corpo social.

Outro ponto é que o empreendedor social não está focado em lucros financeiros, mas em quais serão os frutos gerados por aquela ação. Então, esses empresários sociais compartilham de um perfil inovador e solucionador, sempre mantendo uma boa gestão dos recursos obtidos.

Por exemplo, existem os empreendimentos sem fins lucrativos, em que o empreendedor cria um projeto sem visar lucro para tentar resolver uma mazela social. Esse tipo de projeto depende continuamente de financiamento filantrópico ou privado para sustentar e atingir os objetivos.

Qual a importância de investir em ações de empreendedorismo social?

O empreendedorismo social tem feito a diferença na vida de muitas pessoas em todo o mundo. Esse importante projeto leva alimentos, roupas e esperança para centenas de pessoas que estão à margem da sociedade. Somado a isso, esse tipo de serviço também está ligado à preservação dos recursos naturais, ou seja, à conscientização da importância de zelar pelo ecossistema.

Então, o maior e melhor benefício gerado por esse modelo de empreendimento é a garantia da qualidade de vida de diversos grupos sociais. Esses benefícios vão desde a democratização da informação e acesso à cultura até a inclusão de pessoas no mercado de trabalho.

Logo, em uma sociedade marcada pela desigualdade social, um empreendedor social consegue ajudar o próximo a adquirir produtos e serviços a preços acessíveis, como alimentos, roupas e insumos higiênicos. Desse modo, a junção de ajudar o próximo e, ao mesmo tempo, ter sua marca reconhecida no mercado é uma atitude que vem ganhando força na sociedade.

Quais os tipos de empreendedorismo social?

Existem alguns modelos organizacionais. Alguns conseguem uma certa lucratividade e outros não. Listamos abaixo alguns dos principais tipos de empreendedorismo social. Confira!

Empreendimentos híbridos

Nesse tipo de negócio, é criada uma organização sem fins lucrativos. Porém, o modelo inclui monetização, seja ela por meio da venda de um produto para outras empresas, seja diretamente para o consumidor. Na maioria das vezes, o gestor cria paralelamente uma entidade jurídica para arrecadar essa renda.

Empreendimentos com fins lucrativos

Nesse tipo de negócio, o empreendedor organiza um certo ofício com a intenção de arrecadar capital. Assim, ao mesmo tempo que ajudará a resolver um problema da sociedade, permite também que uma reserva seja feita durante a operação. Apesar de querer lucro, o principal objetivo desse modo não é aumentar o retorno financeiro para os acionistas, mas ampliar o impacto positivo que a solução vai ter sobre o impasse social.

Empreendimentos sem fins lucrativos

O empreendedor cria um negócio sem a expectativa de gerar renda ou acumular capital. Nesse tipo de organização, o ofício é realizado apenas para ajudar pessoas necessitadas ou para contribuir com alguma causa ambiental. Porém, se esse trabalho der algum tipo de lucro, o dinheiro é revertido também para a causa social.

Quais os impactos do empreendedorismo social?

Esses projetos têm impactado positivamente a vida de muitas pessoas. No que se refere ao âmbito educacional, o empreendedorismo social forma bons educadores e gestores de centros estudantis, ajudando a melhorar a qualidade de ensino das escolas da região.

O empreendedorismo social também atua nos segmentos de saúde, oferecendo consultas médicas em comunidades carentes e realizando exames de rotina em indivíduos que sofrem com algum tipo de comorbidade. Assim, esse projeto ajuda o Estado a garantir saúde a indivíduos que se encontram em condição de vulnerabilidade.

Sob a ótica da sustentabilidade, essa organização auxilia na expansão de campanhas envolvendo a promoção e expansão de tecnologias verdes, do mercado de insumos orgânicos, da análise de fauna e flora e da biotecnologia.

Dessa maneira, é visível que esse tipo de negócio social é uma excelente alternativa para as empresas que desejam ajudar de alguma forma a melhorar a situação da sociedade. Com a contribuição de cada um, o mundo pode se tornar um lugar mais harmonioso e fraterno.

Por fim, agora que você já sabe um pouco mais sobre o empreendedorismo social, como ele funciona e a sua importância para a sociedade, escolha um tipo dessas organizações e adapte-o ao seu negócio. Afinal, cada empresa defende um tipo de ideal e busca diferentes formas de gerar lucratividade e reconhecimento no mercado.

Gostou do post apresentado? Então, não perca tempo e aproveite para nos seguir nas redes sociais e ficar por dentro de mais novidades. Estamos no Facebook e Instagram!

Fonte: empresas.serasaexperian.com.br/blog/empreendedorismo-social

Esta gostando do conteúdo? Compartilhe!

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram