Grupo Premier

oBlog GP

O Fim do Boleto sem Registro, O que Fazer no Ecommerce?

O Fim do Boleto sem Registro, O que Fazer no Ecommerce?

CompartilharCompartilharTwittarPin0 Compart.

O fim do boleto sem registro já é uma realidade. Essa não só é uma recomendação da FEBRABAN aos Bancos de todo o Brasil, como também um pedido da Receita Federal, que visa ter mais controle sobre o dinheiro que circula no país por meio dos boletos bancários.

fim do boleto sem registro
fim do boleto sem registro
imagem03-04-2022-08-04-36
imagem03-04-2022-08-04-36

Quer abrir um negócio? Baixe gratuitamente o checklist com os passos para começar o seu Ecommerce do Zero.

Por que é preciso fazer o Registro dos Boletos?

Antes, os bancos não exigem nome e nem CPF dos clientes na hora de emitir um boleto bancário. Desta forma, nem os bancos nem a Receita Federal tinham controle de quem paga os boletos.

A princípio, isso foi visto como algo que poderia prejudicar as vendas, uma vez que seriam necessários mais dados do cliente para emissão do boleto.

Na prática, o que aconteceu foi que a maioria das lojas retirou a opção de boleto bancário para venda, algo que tem voltado aos poucos diante da demanda dos clientes.

Para você ter uma ideia, em 2015, a Cartucho Etc, uma das empresas de Ecommerce que pertenciam ao Bruno de Oliveira, tinha 47% das vendas vindo direto de boletos bancários.

O que é um Boleto sem Registro?

O boleto sem registro é um boleto que você emite sem precisar registrar junto ao banco. Você paga a tarifa que o banco cobra somente quando e se o cliente pagar o boleto, já que ele não ficará registrado como pendente no sistema do banco.

A alternativa que os bancos vão nos oferecer será o boleto com registro, que para operações de Ecommerce por exemplo, pode ser totalmente inviável…

Inviável porque, na cobrança com registro, o banco cobra taxa por cada inclusão de boleto, além de várias outras taxas, como:

  • taxa por pagamento em atraso,
  • taxa por liquidação,
  • taxa por baixa manual de boleto não pago,
  • entre outras.

Em resumo, uma loja virtual teria que pagar para emitir e baixar os boletos de suas vendas, mesmo se este nunca for pago.

O fim do Boleto já é uma Realidade

Sim já é uma realidade para novas lojas virtuais.

Quem abriu conta bancária recentemente e ainda não tinha essa modalidade de cobrança contratada, não pode mais contratar.

Os bancos encerraram a adesão ao serviço de cobrança sem registro para novos clientes a partir de 01/06/2015. Se você está nessa situação, acredite, não tem jeito, já consultei diversos bancos e a resposta foi a mesma.

Para as lojas que já tinham contrato de cobrança sem registro com seus bancos antes de junho de 2015 a recomendação da FEBRABAN é que o banco force gradativamente o lojista a migrar para a Cobrança com Registro, com prazo final em Dezembro de 2016.

A partir de Janeiro de 2017 segundo o informativo da FEBRABAN somente o banco emissor do boleto sem registro poderá aceitá-lo. Achei esse ponto meio contraditório, já que ele antes afirmava que em Dezembro de 2016, todos teriam que migrar para a cobrança com registro.

Obviamente os bancos farão isso, eles vão “forçar” os lojistas a migrar para a cobrança com registro, aumentando o preço da cobrança sem registro. Já conversei com alguns lojistas que até maio pagavam R$ 3,00 por boleto pago e em julho tiveram aumento para R$ 4,20 sendo que alguns relataram aumento para R$ 6,00. Na maioria dos casos o aumento foi praticado pelo Banco Santander.

As Minhas Lojas Virtuais trabalham com Itaú e Bradesco, eu particularmente, não tive problemas até o momento em nenhum dos casos, apesar do amigo que me passou essas informações trabalhar em um desses dois bancos.

O Fim dos Boletos faz com que As Lojas Virtuais precisem se Planejar

É um momento de análise e planejamento sim, ou você quer deixar para resolver essa questão na véspera do limite do prazo.

Temos pouco mais de 1 ano, para desmotivar nossos clientes a pagar seus pedidos por boleto bancário, criando incentivos a outros meios de pagamento.

Isso parece simples mas na prática, não tem nada de simples.

Eu recentemente fiz um teste na Cartucho Etc, onde retirei por 24 horas o incentivo do boleto (5% de desconto), isso resultou em 30% de queda nas vendas durante essas 24 horas, isso mostra que vai dar muito trabalho mudar o comportamento do cliente. O consumidor brasileiro gosta de pagar por boleto, infelizmente muitas pessoas não tem cartão de crédito e algumas que tem, o limite é baixo, por isso elas preferem o boleto para algumas compras.

É fato que precisamos pensar, analisar e planejar em como mudar o comportamento do nosso consumidor.

As alternativas clássicas para o Boleto Bancário são: Cartão de Crédito, Cartão de Débito (muito pouco utilizado) e intermediadores de pagamento como o Pagseguro, Paypal, Bcash, Mercado Pago entre outros.

É possível usar o Boleto com Registro, Entenda Como

No caso de ser impossivel para o seu negócio migrar todos os pagamentos para o cartão de crédito, é possível sim usar o boleto com registro de forma viável em uma loja virtual, mas você precisará de uma boa capacidade de negociação com seu banco.

Nesse vídeo eu Vou te dar essa Dica de Como Usar o Boleto com Registro de forma Viável na sua Loja Virtual.

O Lado Positivo do Fim dos Boletos

Eu costumo dizer que tudo que acontece tem um lado positivo, e o fim dos boletos que é uma coisa chatíssima, tem o seu lado positivo também.

Depois que conseguirmos vencer essa barreira de mudar o comportamento do consumidor e fazê-lo escolher outros meios de pagamento no lugar do boleto, teremos um grande benefício:

Aumento na Taxa de Aprovação de Pagamentos e Consequentemente mais Vendas

Se você ainda não é do ramo, deixa eu explicar:

Hoje em dia, em média 40% dos boletos gerados nas lojas virtuais nunca são pagos pelos clientes. Os pedidos simplesmente são abandonados e cancelados após o fim do prazo de pagamento.

Na minha loja Cartucho Etc a taxa de aprovação de pedidos por Boletos Bancários é de 65%, significa que de cada 100 pedidos via boleto, somente 65 são pagos.

O grande desafio agora é migrar esses clientes de Boleto para o Cartão de Crédito.

O cartão de crédito hoje em dia é o meio de pagamento que mais aprova no Ecommerce.

De cada 100 pedidos, em média 90 são aprovados através do cartão de crédito.

Isso aumentaria a nossa taxa de aprovação e consequentemente nosso faturamento mensal, quer ver como?

Exemplo:

  • Vamos supor que Hoje em dia você tenha em pedidos efetuados na sua loja virtual R$ 100 mil por mês com 1 mil pedidos por mês, faturados no boleto.
  • Desses 1000 Pedidos, somente 650 serão pagos, o que vai deixar o seu faturamento em R$ 65.000,00 no mês.
  • Agora se você conseguir migrar os seus clientes para o cartão de crédito…
  • desses 1000 pedidos no mês, cerca de 900 serão pagos,
  • o que vai elevar o seu faturamento a R$ 90.000,00 com o mesmo investimento, número de clientes e visitas.

Eu consegui com exclusividade, uma cópia do comunicado da FEBRABAN que foi entregue aos bancos, você pode conferir na imagem abaixo:

febraban comunicado
febraban comunicado

Sua Loja Virtual ainda usa o Boleto sem Registro? O Banco aumentou sua Tarifa de Cobrança? Não conseguiu fazer seu Contrato de Cobrança? Tem mais alguma dúvida sobre isso? Deixe seu comentário abaixo, vamos conversar.

A maior escola de Ecommerce do Mundo.

CompartilharCompartilharTwittarPin0 Compart.

Fonte: ecommercenapratica.com/blog/fim-dos-boleto-sem-registro-ecommerce

Esta gostando do conteúdo? Compartilhe!

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram