Grupo Premier

oBlog GP

Máquina de cartão de crédito: qual escolher em 2022?

Máquina de cartão de crédito: qual escolher em 2022?

Escolher a máquina de cartão de crédito ideal pode não ser uma tarefa fácil. Não só porque há muitas marcas no mercado, mas também, porque elas tendem a ter tecnologias semelhantes, que podem deixar o vendedor com mais dúvida ainda.

Além disso, por cobrarem taxas diferentes, dependendo da operação e da bandeira de cartão, é um desafio acabar escolhendo sua máquina de cartão. Nesse sentido, a primeira sugestão que podemos dar é entender qual é a necessidade para o seu negócio. Por isso, para te ajudar, vamos mostrar algumas dicas do que você precisa avaliar na hora de escolher a sua.

Confira!

Qual é a importância de conhecer as maquininhas de cartão?

Como destacamos, há muitas opções no mercado. Algumas apresentam apenas o pagamento por crédito ou débito. Outras, com tecnologias que oferecem mais alternativas de transações, que vão além do cartão.

Por isso, conhecer quais são as alternativas disponíveis e, principalmente, o que cada uma oferece de diferente, é a melhor forma de saber qual atenderá às necessidades do seu estabelecimento.

Quais são os tipos de máquinas?

Existem três principais modelos de máquinas de cartão. Eles são:

  • máquinas de cartão POS: essa é a sigla, em inglês, para ponto de venda, e essas máquinas são bastante populares. A sua principal característica é que precisam ser ligadas à linha telefônica por meio de um fio. Por causa disso, oferecem pouca mobilidade para o vendedor;
  • máquinas de cartão TEF (Transferência Eletrônica de Fundos): têm um processo mais complexo, já que estão ligadas a um sistema de computador que possibilita a emissão de notas e a administração dos pagamentos. É uma ótima alternativa para marcas com vários estabelecimentos, ou que tenham um grande fluxo de consumidores;
  • máquinas de cartão POO e mPOS: essas representam um segmento mais moderno do que a POS, pois, em vez de necessitarem de uma linha telefônica fixa, podem usar um chip interno 3G, ou conexões Wi-Fi e Bluetooth conectado a um celular.

Quais são as principais marcas?

Para ajudar a conhecer mais das marcas disponíveis, separamos algumas das principais do mercado, para você saber quais são as características de cada uma. Confira!

Cielo

A Cielo tem seis modelos de máquina de cartão:

  • Cielo FLASH;
  • Cielo ZIP;
  • Cielo MINI ZIP;
  • Cielo LIO;
  • Cielo LIO+.

O interessante é que todos esses modelos têm taxa zero nos primeiros três meses. Depois, as tarifas variam conforme o tipo de pagamento:

  • débito — 1,99%;
  • crédito à vista — 5,59% + 2,99% para vendas parceladas.

Os valores de cada modelo variam entre R$58,00 a R$1.078,80, aceitando mais de 80 bandeiras.

PagSeguro

São cinco modelos disponíveis: minizinha, minizinha chip 2, moderninha X, moderninha plus e moderninha Pro2. Assim como a Cielo, os três primeiros meses são gratuitos, ou até completar R$1.500,00 em vendas. Depois, as taxas variam de acordo com as transações:

  • 1,99% para débito;
  • 3,19% crédito à vista;
  • 3,79% para parcelado.

Os valores das máquinas vão de R$58,00 a R$478,80, e a empresa oferece uma conta digital gratuita do PagBank, possibilitando pagamentos, transferências e recargas.

Mercado Pago

O Mercado Pago tem três opções de máquinas: point pro, point mini chip e point mini. Os preços variam de R$106,00 a R$298,00, com tarifas que vão de 1,99% para débito, enquanto para o crédito, dependerá do prazo escolhido.

Por exemplo, se o vendedor quiser que o dinheiro entre uma hora depois da venda, a taxa é de 4,74%. Se preferir receber depois de 14 dias, o valor é de 3,79%. Quem escolher 30 dias, pagará uma taxa de 3.03%.

Como escolher a máquina de cartão para a sua empresa?

Não basta conhecer os modelos disponíveis, é preciso avaliar uma série de características para decidir qual é a melhor opção para o seu estabelecimento. Por isso, separamos as principais dicas do que você deve avaliar. Confira!

Tecnologia dos aparelhos

Essa é uma característica importante, pois tem relação direta com a longevidade da máquina para você. Um aparelho pouco moderno terá uma usabilidade reduzida, fazendo com que seja obrigado a trocá-lo rapidamente.

Sendo assim, deve-se analisar o que o estabelecimento pretende, como é o movimento da loja e quais são os costumes dos consumidores quando se trata de pagamento. Se há intenção de se modernizar, principalmente, de oferecer transações por QR Code, por aparelho celular ou por aproximação (NFC), é importante avaliar opções mais modernas. Também fique atento se existe integração com pagamentos Pix.

Taxas

Como mostramos no tópico sobre as máquinas encontradas no mercado, vimos que há taxas para cada pagamento. Além das tarifas para débito e crédito, existem aquelas para antecipação da transação e aquisição ou aluguel do equipamento.

Como não é possível fugir da cobrança das taxas, destacamos que o empresário deve avaliar quais são os tipos de operações que mais realiza, e escolher o aparelho com valores mais em conta.

Chip e bobina

A maior diferença entre esses modelos é que as máquinas com bobina precisam de um aparelho para se conectarem à internet e executar as transações. As de chip funcionam de maneira independente e podem trazer mais mobilidade. É preciso atenção, também, pois as de bobinas imprimem o comprovante, enquanto as máquinas de chip enviam a nota por e-mail ou SMS.

Tempo de pagamento

Por fim, os prazos para os repasses do pagamento são outro ponto a se considerar, já que algumas marcas tendem até a cobrar para repassar as transações mais rapidamente. Entretanto, o comum é que os prazos sejam de um a dois dias úteis para receber o valor do débito. As compras no crédito são a partir de 30 dias corridos.

É possível diminuir esse prazo ao pagar a taxa de antecipação. Ela pode ser indicada para estabelecimentos que não conseguem manter um capital de giro. Mas não são para todos, já que seus valores tendem a ser bem altos, chegando a cerca de 40% da transação.

Neste post, você pode acompanhar as principais dicas para escolher a sua máquina de cartão de crédito. Apesar de ter vários modelos com tecnologias bem parecidas, preste atenção às taxas e às necessidades da sua empresa, principalmente, aos comportamentos de seus consumidores.

Gostou do nosso texto? Então, continue aprendendo sobre o mundo das vendas e assine a nossa newsletter!

Fonte: empresas.serasaexperian.com.br/blog/maquina-de-cartao-de-credito-qual-escolher-em-2022

Esta gostando do conteúdo? Compartilhe!

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram