Grupo Premier

oBlog GP

Linkedin para Empresas   EnPCast 63

Linkedin para Empresas – EnPCast 63 | Ecommerce na Prática

CompartilharCompartilharTwittarPin0 Compart.

Como utilizar o Linkedin para empresas de forma estratégica e eficaz? Existem várias estratégias para alavancar sua marca dentro desta rede social voltada para profissionais e vamos mostrar as principais para você.

Apesar de o Linkedin ser bastante conhecido, os pequenos e médios empreendedores raramente o utilizam para gerar autoridade para a marca…

Podemos afirmar que ignorar o Linkedin hoje é o mesmo que deixar uma grande oportunidade passar diante dos seus olhos…

E se você ainda não explorou as vantagens de ter um perfil no Linkedin, chegou a hora de aproveitá-las de forma estratégica. 

Mas como fazer isso? 

Para debater esse assunto e trazer dicas relevantes, neste EnPCast, convidamos o Lucas Gomes, CEO da OndaSkim e conhecido como o Dr. Onda, além do Lucas Lombardi e da Ana Clara Magalhães, do EnP. Ouça o episódio na íntegra: 

O que é o Linkedin para empresas?

Diferente do que muitas pessoas pensam, o Linkedin não é apenas um currículo online, em que você entra periodicamente em busca de oportunidades…

Essa plataforma funciona como uma rede social e pode ser mais um canal de comunicação para você utilizar, principalmente para quem tem pequenas e médias empresas…

Afinal, o Linkedin para empresas é um ótimo espaço de relacionamento, construção de audiência e fortalecimento de autoridades do mercado no geral. 

Então, se você quer ser uma autoridade na sua área de atuação ou deseja consolidar a sua marca por meio de estratégias de conteúdo, o Linkedin vai te ajudar. 

Inclusive, o Lucas Gomes comenta no EnPCast que “depois de muito tempo, eu entendi que o Linkedin é uma rede social, é uma plataforma de conteúdo e você precisa de uma estratégia de relacionamento para realmente fazer o negócio acontecer ali dentro”.

Mas vale ressaltar que o Linkedin é um pouco mais segmentado em comparação com outras redes sociais.

Dentro do Linkedin, há muitas empresas, autoridades e profissionais de diversas áreas criando conteúdos relevantes diariamente para se relacionar com o público.

No entanto, isso é feito de uma forma muito mais profissional, com intuito de passar credibilidade, confiança…

Além de mostrar a expertise com base não só no conhecimento técnico, mas também com experiências do dia a dia.

E a dúvida que fica é: o que fazer para se tornar uma autoridade no Linkedin para empresas ou até mesmo para o seu perfil pessoal? 

Compilamos algumas dicas que o Lucas mencionou ao longo do EnPCast para você… 

Nota: isso é só um spoiler, ok? Para ter acesso ao conteúdo completo, é só dar o play no podcast. 

Como se tornar uma autoridade no Linkedin

1- Seja relevante para a sua audiência

Esse é um dos pilares para que o seu perfil no Linkedin seja uma autoridade no mercado. É fundamental que você seja relevante e alcance as pessoas certas, ou seja, as que realmente possuem ligação com a sua marca.

Além disso, você também precisa saber quem é a sua persona para atingir esse público dentro do Linkedin.

Caso ainda não tenha uma persona muito bem definida, vamos explicar brevemente: a persona é uma representação fictícia do seu cliente ideal. 

É aquela pessoa que vai comprar o seu produto e divulgar da sua marca, pois os valores da empresa estão alinhados com os valores desse cliente.

E como ser relevante para a sua persona?

Criando conteúdo de valor com a comunicação adequada. São esses conteúdos que vão fazer você se tornar autoridade no mercado, pois passam conhecimento para as pessoas.

Os conteúdos de valor precisam ser transformadores de alguma forma, levando uma solução, dando dicas, contando histórias reais… 

É assim que você vai conseguir passar a credibilidade e expertise necessária para consolidar a sua marca dentro do Linkedin. 

2- Conte histórias pessoais 

O Linkedin se tornou um espaço ótimo para contar histórias pessoais de carreira, sejam elas positivas ou negativas.

As pessoas adoram uma história bem contada e verdadeira, que mostra o dia a dia e a realidade de determinada empresa ou profissão. 

Por isso, contar histórias pessoais pode ser uma estratégia incrível para se tornar autoridade no mercado. 

3- Mostre o seu conhecimento de mercado

Além de contar histórias, é fundamental que você mostre o seu conhecimento sobre o mercado no qual você trabalha…

Ou seja, a ideia é mostrar que você está por dentro das novidades, sempre se atualizando e buscando novas referências para continuar criando conteúdo de valor para audiência.

4- Fale sobre histórias da empresa em que você trabalha

Você pode também contar histórias de funcionários para gerar valor a sua empresa. Por exemplo, no Ecommerce na Prática, nós contamos as histórias dos nossos colaboradores no quadro “Conhecendo o Time”, lá no nosso perfil do Linkedin. 

Essa é uma maneira de mostrar para as pessoas as transformações que a nossa marca faz e que vão além dos clientes… 

São as transformações nas carreiras dos nossos colaboradores e como eles evoluíram dentro da empresa.

Isso gera valor! 

Aliás, o Lucas Gomes comenta no podcast que o conteúdo do Linkedin para Empresas deve ser baseado em 3 Pilares fundamentais:

  • Pessoal;
  • Mercado;
  • Institucional.

Com esses pilares, você vai conseguir desenvolver conteúdos relevantes no Linkedin, gerando compartilhamentos, comentários e curtidas, que são ações necessárias para identificar o envolvimento do público com o seu conteúdo. 

Inclusive, com relação ao envolvimento, o Lucas menciona que os comentários geram mais engajamento para as publicações não só no Linkedin, mas em outras redes sociais também…

Por isso, vale a pena estimular que os seus seguidores comentem nas publicações para ajudar no alcance. 

Gostou das dicas?

Felizmente, ainda há muitas dicas para você aproveitar sobre esse assunto. É só dar o play no EnPCast e escutar o episódio de hoje: 

A maior escola de Ecommerce do Mundo.

CompartilharCompartilharTwittarPin0 Compart.

Fonte: ecommercenapratica.com/blog/linkedin-para-empresas

Esta gostando do conteúdo? Compartilhe!

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram