Grupo Premier

oBlog GP

Descubra os principais desafios da logística no Brasil e como superá los

Descubra os principais desafios da logística no Brasil e como superá-los | Ecommerce na Prática

CompartilharCompartilharTwittarPin0 Compart.

A logística é uma área complexa que envolve várias etapas, desde a armazenagem até a entrega dos produtos. E sua gestão eficiente é determinante para o sucesso do negócio. Contudo, a logística no Brasil enfrenta grandes desafios que tornam o comércio caro e dificultoso.

Independentemente do tamanho da empresa ou do tipo de produto que comercializa, ela se depara com dificuldades de logística no Brasil. Os problemas vão desde a má qualidade das estradas até a grande burocracia no setor.

Mas é possível superá-los.

É sobre isso que vamos falar ao longo deste artigo. Descubra quais são os principais desafios da logística no Brasil e o que fazer para superá-los. 

imagem29-04-2022-19-04-38
imagem29-04-2022-19-04-38

Baixe agora mesmo o Checklist gratuito com 6 passos Essenciais para você estruturar e consolidar seu Ecommerce.

Índice:

Desenvolvimento da logística no Brasil

De acordo com um estudo realizado pela Confederação Nacional da Indústria (CNI), o Brasil investiu em infraestrutura somente 2,18% do Produto Interno Bruto (PIB) nos últimos 20 anos.

Um valor muito baixo quando comparado com outros países emergentes que investem entre 4% e 5% em melhorias na área.

Ao mesmo tempo, setores que dependem da capacidade logística do país – como o Ecommerce – estão em expansão.

O que se percebe então é um grande desequilíbrio, que resulta em grandes desafios a serem enfrentados. Confira alguns dos principais:

1- Altos custos

A 4ª edição da pesquisa “Logística no Ecommerce”, realizada pela Associação Brasileira de Comércio Eletrônico (ABComm) em 2019, apontou que o frete é responsável por 65,9% dos custos logísticos de lojas virtuais.

Os números cresceram significativamente em relação a 2017, último ano em que o levantamento havia sido feito. E entre os principais motivos estão os aumentos realizados nas tabelas dos Correios e nos custos diretos das transportadoras.

Tenha diferentes opções à sua disposição

Ao assinar um contrato com apenas uma empresa de transporte, seu negócio se torna dependente dos valores praticados por ela.

Por isso, o ideal é que você possa comparar as condições oferecidas por diferentes transportadoras e escolher o frete mais competitivo para o seu negócio em cada situação.

Porém, fazer isso de forma individual pode não ser tão fácil! Principalmente se o seu negócio está dando os primeiros passos e você ainda não realiza muitas entregas regularmente. Mas tudo bem, continue a leitura porque nós vamos lhe apresentar uma solução!

Leia também: O que muda na logística de entrega em tempos de pandemia

2- Dependência do transporte rodoviário

O baixo investimento em infraestrutura por parte do governo nos últimos anos tem como um dos principais resultados a má qualidade das estradas.

O transporte terrestre no país enfrenta ainda congestionamentos e insegurança. Fatores que tornam a logística no Brasil mais cara e demorada.

Apesar disso, o modal rodoviário ainda é o mais utilizado, responsável por transportar 60% dos produtos no Brasil.

Tenha alternativas de modais de transporte

Para fugir da dependência do transporte rodoviário, busque por alternativas.

Algumas transportadoras já oferecem o modal aéreo, por exemplo, para diversos destinos no Brasil.

Segundo a Associação Brasileira das Empresas Aéreas (Abear), menos de 20% da capacidade das aeronaves é utilizada para transporte de cargas no país. Parte disso se deve ao alto custo e à burocracia desse meio de transporte.

Mas a estimativa é que o uso do modal aéreo cresça em 2020, sendo facilitado pelo uso da tecnologia.

Então pesquise a respeito e procure diversificar os meios que você utiliza para transportar os produtos do seu negócio.

3- Logística Reversa

De um modo geral, a logística no Brasil possui um caminho tradicional, que começa na empresa e termina no cliente, certo?

Mas um novo conceito surgiu nos últimos anos e vem mudando isso: A logística reversa.

Ela se refere, basicamente, ao retorno de um produto que já havia sido entregue. E pode acontecer com objetivos variados, não necessariamente por uma causa negativa.

A logística reversa pode ser de dois tipos: de pós-venda ou de pós-consumo. A de pós-venda é quando a mercadoria é devolvida pelo cliente porque veio com defeito, por exemplo. 

Já a de pós-consumo é cada vez mais comum em empresas que recolhem suas embalagens para garantir uma economia de matéria-prima ou direcionar o descarte adequado do material.

No entanto, se a logística tradicional já impõe desafios, a logística reversa exige ainda mais atenção e planejamento.

Inclua no planejamento

Vale estabelecer com os clientes uma política de troca e deixar claras as condições para que a logística reversa aconteça. Sem esquecer de levar em consideração o que diz o Código de Defesa do Consumidor em relação à troca de compras pela internet.

Leia também: Logística reversa dos correios: o que é e como funciona

4- Falha na gestão de informações

Muitas empresas, principalmente micro e pequenos negócios, ainda tentam administrar todas as informações de logística em planilhas e documentos impressos. Mas além de ultrapassado, esse sistema pode tornar o controle difícil e inseguro.

Concentre suas informações em um mesmo lugar

A saída para isso é investir em tecnologia. Hoje em dia, existem muitos softwares que auxiliam a calcular custos, gerenciar pedidos e acompanhar movimentações de carga, por exemplo.

Dessa forma, é possível concentrar todas as informações em um mesmo local, ter maior controle e transparência na gestão logística do seu negócio.

A Solução

Como vimos, a logística é uma área que envolve várias etapas e enfrenta desafios em todas elas. Falta de investimento por parte do governo, alto custo para os comerciantes, dependência do transporte terrestre que pode ser demorado e inseguro, aumento da demanda por logística reversa e falha na gestão de informações são alguns deles.

E se eu disser que você pode encontrar todas essas soluções em uma mesma plataforma?

O Melhor Envio, uma ferramenta sem mensalidade, trabalha exatamente nesse sentido!

O Melhor Envio é uma tecnologia de cotação e geração de fretes, onde você pode comparar as condições oferecidas por diferentes transportadoras e escolher a que melhor atende o seu negócio. 

Com a plataforma, você garante uma economia que torna o seu frete muito mais competitivo. E o melhor: sem precisar negociar contratos individuais com as empresas de transporte. 

Entre as 5 transportadoras parceiras do Melhor Envio, você pode optar pelo modal rodoviário ou aéreo em algumas situações, encontrando a agilidade que você procura nas suas entregas.

A tecnologia ainda oferece ferramentas como a calculadora de fretes, a logística reversa e o rastreamento de encomendas. Além disso, é possível integrar com as principais plataformas de Ecommerce e fazer a gestão das suas entregas em um só lugar.

E tudo feito de forma online, sem mensalidade ou limite mínimo de envios.

Então, simplifique a logística do seu negócio: se cadastre no Melhor Envio!

Comece a vender na internet agora mesmo 

Saiba, antes de tudo que, além de escolher entender o cenário da logística no Brasil e saber como passar por cima disso, você precisa estruturar o seu negócio e deixar todos os pontos alinhados.

Afinal, de nada vai adiantar ter um bom sistema logístico se o resto do seu negócio não está rodando da forma correta.

Por isso, criamos um Checklist gratuito com 6 passos para você estruturar e alavancar seu Ecommerce do Zero.

Baixe agora mesmo o seu Checklist gratuito e garanta o que pode ser o diferencial entre a concorrência. 

QUERO BAIXAR CHECKLIST GRATUITO

A maior escola de Ecommerce do Mundo.

CompartilharCompartilharTwittarPin0 Compart.

Fonte: ecommercenapratica.com/blog/desafios-da-logistica-no-brasil

Esta gostando do conteúdo? Compartilhe!

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram