Grupo Premier

oBlog GP

Como lidar com a greve dos Correios?

Como lidar com a greve dos Correios? | Ecommerce na Prática

CompartilharCompartilharTwittarPin0 Compart.

O estado de alerta sobre possibilidade de uma greve dos Correios não anda separado de quem trabalha com Ecommerce. Dá para entender o medo: os clientes ficam mais receosos em comprar mercadorias quando sabem que a entrega pode não cumprir prazos. Diante disso fica a pergunta: como lidar com a greve dos Correios?

Nos últimos dias muitas pessoas vieram até o Ecommerce na Prática em busca de ideias de como agir caso uma nova greve se concretizasse. Para quem não soube, os funcionários da empresa ameaçaram entrar em greve a partir do dia 8 de agosto (quarta-feira). Em assembleia, a decisão foi de esperar até o dia 14 (terça-feira) para avaliar novamente a questão. Como quem já trabalha com Ecommerce sabe que a greve impacta nas vendas, o Bruno de Oliveira, fundador e mentor no EnP, pensou em duas orientações que todo vendedor de Ecommerce precisa entender.

  • O serviço não para com a greve dos Correios
  • São poucos aqueles que sabem que, na realidade, quando há uma greve de funcionários, o Correios não para. SEDEX, por exemplo, continua funcionando com força total. O máximo que pode acontecer é paralisação dos serviços emergenciais, como Sedex10 ou Sedex Hoje, devido à falta de pessoal, ou atraso de encomendas.

  • Pode ter atraso na entrega
  • É verdade, nem todos os produtos chegam na casa do cliente no tempo combinado a princípio. Ainda assim, em torno de 90% das mercadorias são entregues dentro do prazo MESMO durante a greve, de acordo com os Correios. Por isso, não fique com medo de postar seus produtos – eles serão entregues e o atraso é apenas uma possibilidade.

    Como comunicar sobre a greve dos Correios para o cliente?

    Quando uma greve começa, é provável que seu cliente já tenha ouvido sobre isso em todos os canais de comunicação possível. Não adianta tentar enganá-lo nem dizer que “não é bem assim”. Fazer isso só vai prejudicar sua credibilidade nos negócios. Por isso, a melhor solução é ser honesto. Diga que pode haver um pequeno atraso na entrega por conta dos Correios e entenda se isso é um problema para a pessoa. A verdade é que a agilidade na entrega é bastante valorizada porque ninguém quer conviver com a insegurança de ter ou não o produto. Se você for honesto desde o início, porém, seu cliente tenderá a confiar que vai receber o que comprou, ainda que possa demorar um dia a mais para chegar.

    Uma boa ideia pode ser oferecer o frete grátis.

    Para quem não está nem mesmo recebendo cliques para compra, a honestidade também funciona. Tranquilize seus clientes no que diz respeito aos Correios, explique que a empresa continua funcionando apesar da greve do mesmo modo como foi dito acima. Se possível, entre em contato com eles por e-mail, Whatsapp ou mesmo pelas redes sociais e converse com eles – isso é bem mais fácil se você já tiver criado relacionamento com eles. Tenha certeza: as pessoas são mais compreensíveis quando você joga limpo com elas.

    A Opção

    Sabe-se que muitas empresas já estão realizando serviço de entrega rápida por grandes metrópoles. Para pedidos dentro da mesma cidade, é uma boa ideia contatar essas alternativas e verificar o modo de funcionamento. Tem empresas que entregam de bicicleta, por exemplo, o que você ainda pode usar como estratégia de venda sustentável.

    Neste vídeo, Bruno de Oliveira explica melhor como lidar com a possibilidade de greve que costuma pairar no ar.

    A maior escola de Ecommerce do Mundo.

    CompartilharCompartilharTwittarPin0 Compart.

    Fonte: ecommercenapratica.com/blog/greve-dos-correios-como-lidar

    Esta gostando do conteúdo? Compartilhe!

    Share on facebook
    Share on twitter
    Share on linkedin
    Share on whatsapp
    Share on telegram