Grupo Premier

oBlog GP

Como fazer um controle financeiro pessoal | Blog do Mercado Bitcoin

Blog> Educação> Como fazer um controle financeiro pessoal

Já parou para pensar como está a organização do seu dinheiro?

Se você ainda não tirou um tempo para refletir a respeito, recomendamos que comece agora mesmo, pois ter um controle financeiro pessoal bem organizado pode evitar aquelas surpresas desagradáveis no final do mês em que não sobra dinheiro para nada.

Além disso, essa organização é muito importante para fazer sobrar dinheiro para você poder investir e realizar os seus objetivos.

Então, para entender as melhores formas de como construir um melhor controle financeiro, acompanhe este artigo feito em parceria com a ParMais.

O que é controle financeiro?

O controle financeiro consiste em um processo completo de organização financeira que permite avaliar a situação atual e planejar o futuro de forma clara e objetiva.

Ele servirá como um guia para auxiliar na avaliação das suas finanças e na tomada e decisão da vida financeira e pessoal, impactando tanto o presente quanto o futuro.

O controle financeiro deve ser montado considerando alguns aspectos essenciais. Veja abaixo como iniciar.

Entendendo suas rendas

As rendas representam os valores que são recebidos. Para isso, costumamos utilizar o conceito de renda líquida, que significa o valor que efetivamente entra na conta.

Pensando em quem trabalha em uma empresa privada, por exemplo, a renda líquida é o salário com os descontos de INSS, imposto de renda e outros.

No caso dos empresários, a renda líquida é o valor pró-labore ou a distribuição de lucros, também após os devidos descontos.

Além disso, outros exemplos de rendas são as receitas de aluguéis, pensão alimentícia, renda de aposentadoria, entre outros.

Olhando para as despesas

As despesas, ao contrário das rendas, são as saídas de recursos utilizados para manter o padrão de vida.

Existem aquelas despesas consideradas rotineiras como alimentação, transporte, mensalidade escolar, conta de luz, telefone, internet, academia, entre outros.

E também existem aquelas despesas eventuais, que são específicas e impactam no orçamento. Em geral, elas ocorrem uma ou poucas vezes ao ano, como viagens, troca de carro, reformas, grandes festas, etc. Apesar de serem relevantes, normalmente são esquecidas na hora de estimar o orçamento anual.

Na hora de montar o controle financeiro, é importante considerar também os gastos anuais, aqueles que aparecem apenas uma vez por ano, mas que também podem ser esquecidos, como IPTU, IPVA, seguros, material escolar para quem tem crianças em idade escolar, entre outros.

Como começar o controle financeiro?

Veja abaixo alguns passos essenciais para fazer um controle financeiro eficiente:

1. Separe as informações

Comece pensando que a sua vida financeira é uma espécie de empresa e precisa de controle constante para evitar que o saldo fique abaixo do desejado ou negativo.

Você pode utilizar ferramentas, como aplicativos ou planilhas para realizar o seu controle financeiro, ou até mesmo anotar em um caderno, folha de papel, documento do word ou bloco de notas. Tudo é válido!

2. Atenção – verifique tudo

Para quem tem conta corrente, o ideal é começar anotando o saldo inicial e ir descontando o valor dos gastos conforme eles acontecem. Você pode utilizar o mesmo processo para as rendas.

No caso de cartão de crédito, anote os gastos e fique de olho na quantia já gasta, pois esse valor será debitado da sua conta corrente (e você deve ter o saldo para isso).

3. Segmente as despesas

O agrupamento das despesas deve ser feito de acordo com a origem delas. Exemplo: casa, lazer, roupa, alimentação, salão, etc.

Além de segmentar as despesas por áreas, aproveite para fazer uma análise dos gastos, verifique onde estão os maiores e trabalhe para reduzi-los.

4. Despesas fixas e variáveis

No caso de despesas fixas, como contas de luz, água, internet, academia, deixe no seu controle a previsão do pagamento. Dessa forma, você saberá o saldo disponível para as demais despesas sem deixar de cumprir com as suas obrigações.

Mas não esqueça de dar uma atenção especial também para as despesas variáveis, que são aquelas que muitas vezes esquecemos e que podem furar nosso caixa, como viagens, reformas, troca de carro, festa de aniversário, presentes, entre outros.

5. Faça o diagnóstico

Separar as informações das rendas e despesas é o primeiro passo para desenvolver um controle financeiro bem alinhado com a realidade vivida pela família.

O próximo passo é fazer um diagnóstico daquilo que encontrou nas rendas e despesas.

Para isso, a ParMais disponibiliza uma planilha de rendas e despesas, onde você pode lançar seus extratos de conta corrente, cartões de crédito e demais gastos em dinheiro, mensalmente. O ideal é atualizá-la pelo menos uma vez ao mês. Clique aqui e tenha acesso.

Controle financeiro focado nos objetivos

Conhecendo o seu histórico e a maneira como você gasta, é interessante começar a estipular uma meta de gastos.

O seu primeiro objetivo deve ser constituir uma reserva de segurança. Se você ainda não tem, estipule um valor e, com o controle financeiro, acompanhe se você está conseguindo poupar o valor proposto.

É importante pensar no futuro e com as finanças em ordem fica mais fácil definir objetivos financeiros. Por isso, depois de ter a reserva constituída, comece a pensar em notas metas, que podem ser de curto, médio e longo prazos.

Por exemplo, no curto prazo podemos pensar naquela viagem dos sonhos. Para um objetivo de médio prazo, podemos focar naquele curso no exterior.

Já para o objetivo de longo prazo você pode pensar nos estudos dos filhos quando chegarem à maioridade ou até mesmo na tão sonhada independência financeira e aposentadoria.

Conclusão

Controlar significa monitorar uma determinada situação e agir sobre ela procurando melhorias. Portanto, transforme o controle financeiro pessoal em um hábito e desafie-se.

Ainda mais importante que manter o seu diagnóstico financeiro pessoal atualizado é saber analisá-lo detalhadamente.

Para auxiliar nesse processo de organização e controle financeiro, você pode baixar a planilha de controle financeiro da ParMais, pois ela oferece orientações rápidas e simples para que você tenha um eficiente controle financeiro para o seu orçamento doméstico.

Fique ligado

Ainda não tem conta?

Participe agora da nova economia digital!

Criar conta

Fonte: blog.mercadobitcoin.com.br/controle-financeiro

Esta gostando do conteúdo? Compartilhe!

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram