Grupo Premier

oBlog GP

Como fazer a Declaração Anual de MEI | Ecommerce na Prática

Compartilhar25CompartilharTwittarPin25 Compart.

Fazer declaração de imposto de renda, seja como pessoa física ou jurídica, sempre gera uma insegurança. Apesar disso, a Declaração Anual de MEI não precisa ser encarada como algo complicado.

Neste artigo, nós vamos te mostrar o passo a passo para declarar o faturamento de sua microempresa de maneira fácil e rápida.

declaração anual de mei online
declaração anual de mei online

O que é Declaração Anual do MEI?  

Declaração Anual do Simples Nacional do Microempreendedor (ou DASN SIMEI) é  uma declaração que todo MEI, isto é, Microempreendedor Individual, precisa fazer, mesmo que não tenha faturado nada no ano anterior.

A data limite da entrega desta declaração é todo 31 de maio e esta é sempre referente ao ano anterior.

Por exemplo: Você tem até o dia 31 de maio de 2019 para discriminar tudo que faturou entre 01 de janeiro de 2018 e 31 de dezembro de 2018.

Apesar do nome, ela é bem simples de ser feita. Você, basicamente, informará todos os valores faturados durante o ano e se teve algum funcionário registrado no ano de exercício referente à declaração.

Todo o processo é efetuado no Portal do Empreendedor, uma plataforma 100% online e grátis.

Mas, atenção!

É esperado que você tenha anotado tudo o que vendeu e faturou neste período de tempo, assim, na hora de declarar, basta somar todos os dados disponíveis.

Como declarar o faturamento do meu negócio?

Pensando e como facilitar o processo, eu criei um passo a passo que vai te ajudar a entender de vez tudo que você precisa fazer! Veja só:

1. Entre na página

Primeiro, você deve entrar no Portal do Empreendedor e clicar na aba que diz que referente a quem já é microempreendedor.

É importante você conferir se está no lugar certo. Por ser um site do governo, confira se no final da URL tem o “.gov.br”.

Assim que a página carregar, vão aparecer várias opções, mas você deve clicar na que está escrito “Faça sua Declaração Anual de Faturamento”.

Com isso, você será redirecionado para uma nova aba, na qual você deve colocar seu CNPJ e os caracteres de confirmação.

Na nova tela que abrirá, você deve marcar o ano referente à declaração e clicar em continuar.

2. Preencha seus dados

Logo depois de definir o ano, serão requeridas três informações sobre seu negócio:

  • Seu valor de receita bruta total, isto é, quanto você vendeu contando com tudo que entrou na sua empresa, com ou sem nota;
  • O valor faturado com algum serviço que você prestou;
  • Se você teve ou não algum funcionário declarado durante o período.

É importante ressaltar que você deve colocar o valor mesmo que não tenha faturado com algum dos itens citados acima. Neste caso, o valor seria zero.

Outro lembrete indispensável é de que o MEI permite que você tenha até um funcionário com carteira assinada. Caso você tenha mais de um, sua empresa não está mais incluída nas políticas do Microempreendedor Individual.

3. Envie para a Receita Federal

Assim que a fase anterior for concluída, você será encaminhado para uma página na qual aparecerá todos os impostos pagos durante o ano, uma espécie de extrato das taxas pagas por você.

Depois de conferir os dados, basta clicar em “Transmitir” para que tudo seja encaminhado para a Receita Federal.

Será também gerado um comprovante e minha dica é que você guarde o arquivo com você, tanto impresso, quanto em PDF no seu computador. Ter este documento com você pode evitar problemas futuros com a Polícia Federal.  

sinalização de informações importantes sobre o mei
sinalização de informações importantes sobre o mei

Lembretes importantes

Vale a pena lembrar que para declarar tudo da maneira certa, você deve estar dentro do limite de faturamento do MEI, isto é, deve faturar, anualmente, menos que 81 mil reais.

Caso você tenha feito seu MEI no meio do ano, a regra também é válida. Basta você dividir os 81 mil pelos 12 meses e pegar o valor proporcional à quantidade de meses de atividade.

Por exemplo: Se você fez seu MEI em agosto, você deve dividir os 81 mil por 12 (81000/12), que é igual a 6.750 e deve multiplicar esse valor pelo número de meses em que você esteve ativo, no caso, por 5 (6750 x 5), sendo igual à R$ 33.750,00. Este último valor é o teto máximo de MEI durante os cinco meses de atividade.

Além disso, é importante que você esteja em dia com o pagamento do seu MEI, então confira se pagou os valores todos os meses.

Outra dica é não enviar depois de vencimento, pois o atraso gerará uma multa.

Então, caso você ainda não tenha feito sua declaração, não perca tempo e faça agora mesmo!

documentação e taxas do mei
documentação e taxas do mei

Tudo o que Você Precisa Saber

Se você ainda tem dúvidas sobre o MEI, seja o que é ou se é a modalidade certa para você, não precisa ter mais!

Você sabia que temos um Guia Completo para o MEI? Pois é!

Nele, você tem acesso a tudo que você precisa saber para se tornar um legalmente um Microempreendedor Individual.

Tudo mesmo!

Documentação, taxas, vantagens e muito mais!

Leia agora mesmo nosso Guia e se torne expert em MEI!

Guia MEI: Tudo o que Você Precisa Saber

A maior escola de Ecommerce do Mundo.

Compartilhar25CompartilharTwittarPin25 Compart.

Fonte: ecommercenapratica.com/como-fazer-a-declaracao-anual-de-mei

Esta gostando do conteúdo? Compartilhe!

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram