Grupo Premier

oBlog GP

Como emitir Nota Fiscal MEI [Tutorial Completo]

Como emitir Nota Fiscal MEI [Tutorial Completo] | Ecommerce na Prática

Compartilhar408CompartilharTwittarPin408 Compart.

Como emitir nota fiscal MEI? Essa é uma dúvida de muitas pessoas que acabaram de se tornar MEI. Desde que surgiu, o MEI vem facilitando a vida de milhares de empreendedores em todo o Brasil. 

Uma dessas facilidades é a possibilidade de emitir nota fiscal, seja de venda de produtos, mercadoria ou de prestação de serviço para outras empresas. 

A possibilidade de emitir notas fiscais permitiu que os microempreendedores ampliassem suas prospecções de vendas, já que muitos clientes só compram um produto se receberem a nota fiscal. 

Além disso, há alguns marketplaces e plataformas de loja virtual que também exigem a emissão de nota fiscal do MEI.

É sobre isso que falaremos neste artigo. 

Banners   Aula grátis  Como Iniciar seu Ecommerce partindo do Zero aos 10Mil em Vendas no Ecommerce
Banners Aula grátis Como Iniciar seu Ecommerce partindo do Zero aos 10Mil em Vendas no Ecommerce

Assista à Palestra Ecommerce do Zero (100% Online e Gratuita) e aprenda a criar seu próprio negócio de sucesso na internet.

Índice:

É obrigatório emitir Nota Fiscal no MEI?

O Microempreendedor Individual não é obrigado a emitir nota fiscal para o cliente final, sendo ele uma pessoa física.

No entanto, caso o destinatário do produto ou quem contratou o serviço for uma pessoa jurídica, por lei, o MEI é obrigado a emitir nota fiscal.

O Microempreendedor Individual que presta qualquer tipo de serviço para outra pessoa jurídica deve emitir nota fiscal, independente do tipo de serviço, tempo de duração ou valor do contrato. 

Contudo, é recomendado ao MEI que mantenha o registro de todas as vendas, mesmo só tendo obrigatoriedade de emiti-las para pessoas jurídicas. 

Isso, além de ajudar no controle mensal das vendas, serve também como garantia do produto ou serviço e facilita na obtenção de comprovante de rendimentos emitidos por um contador.

É importante ressaltar que o limite de faturamento anual do MEI é de R$ 81 mil por ano (ou R$ 6.750 por mês, caso a empresa não seja aberta em janeiro). 

Esse valor sofre um reajuste todos os anos. Caso o faturamento ultrapasse esse valor, a pessoa não está mais apta a ser classificada como MEI.

Tipos de Nota Fiscal do MEI

Antes de ensinar como emitir nota fiscal MEI, preciso que você conheça todos os tipos para escolher a que melhor se encaixa com o seu negócio.

É somente conhecendo todas as notas fiscais que você terá como analisar as vantagens e desvantagens de cada tipo.

As notas fiscais podem ser de venda de produtos ou mercadorias ou de prestação de serviço. No primeiro caso, é de responsabilidade da Secretaria de Fazenda do Estado fazer a liberação. No segundo, é de responsabilidade da Prefeitura Municipal autorizar a emissão.

1 – Como emitir Nota Fiscal de Bloco

Para ter em mãos o bloco de notas fiscais, o MEI deve ir até a Secretaria da Fazenda estadual ou municipal e solicitar uma “Autorização de Impressão de Nota Fiscal”.

Em seguida, precisa imprimir o talão de notas fiscais em uma gráfica ou empresa especializada.

Uma vez em mãos, as notas fiscais devem ser preenchidas manualmente e entregues aos clientes ou empresas que compraram produtos ou serviços do MEI.

As notas fiscais de venda de produtos ou mercadorias deverão ser de blocos e poderão ser para venda direta ao consumidor ou para pessoas jurídicas, tendo diferença entre os dois:

  • Venda direta ao consumidor – Modelo D1, conhecida como Nota Fiscal de Balcão.
  • Venda para Pessoa Jurídica – Modelo A1, conhecida como Nota Fiscal modelo grande.

Já as notas fiscais para prestação de serviços poderão ser em blocos ou eletrônicas. Isso fica a critério da Prefeitura Municipal e sede da empresa.

2 – Como emitir Nota Fiscal Eletrônica (NF-e)

A tecnologia vem avançando em uma velocidade gigantesca a cada dia que passa. Por isso, é cada vez mais comum a extinção das notas de papel, fazendo com que as notas fiscais eletrônicas ganhassem espaço nos últimos anos.

A Nota Fiscal Eletrônica (NF-e) geralmente é emitida gratuitamente a partir de um sistema disponibilizado pela própria prefeitura da cidade onde o microempreendedor está instalado.

Como o documento é eletrônico, facilita tanto a vida do empreendedor quanto a do cliente final.

Para emitir nota fiscal eletrônica, além do software, o MEI deve ter um certificado digital. Através dele será possível fazer a assinatura digital e garantir a autenticidade dos documentos.

Para isso, é preciso procurar uma Autoridade Certificadora e preencher o formulário com seus dados, escolher uma das opções de pagamento e se apresentar em uma Autoridade de Registro, tendo em mãos os seguintes documentos:

  • Registro Comercial;
  • Ato constitutivo, estatuto ou contrato social;
  • CNPJ e documentos pessoais do responsável.

3 – Como emitir Nota Fiscal Avulsa Eletrônica (NFA-e)

Essa categoria de Nota Fiscal é fácil e totalmente gratuita. É através dela que  MEI consegue o documento na hora pela internet.

Para emiti-la, o MEI precisa ter feito a sua inscrição estadual. Depois, o MEI já pode emitir a NFA-e, o que é perfeito para atender empresas que só aceitam mercadorias acompanhadas de NFe.

Tanto a Nota Fiscal Eletrônica quanto a Nota Fiscal Avulsa eletrônica exigem um login e senha, que permitirão o MEI a emitir a nota fiscal pela web.

Se você for do Rio de Janeiro, pode fazer o cadastro clicando neste link. Caso contrário, precisa entrar no site do governo do estado.

Vantagens de emitir Nota Fiscal MEI no seu negócio

1 – Passar credibilidade

O fornecimento de notas fiscais aumenta a profissionalização da marca, o que passa credibilidade e aumenta a confiança dos clientes.

2 – Aumento de produtividade

Com o sistema automatizado de emissão de notas fiscais eletrônicas, o Ecommerce fica menos suscetível a erros na hora do preenchimento dos dados dos clientes.

Menos erros significam mais tempo para se preocupar com outros aspectos que aumentem a produtividade.

3 – Maior controle

É possível ter uma visão mais concreta dos serviços realizados e dos produtos vendidos. Dessa maneira, o MEI tem possibilidade de controlar melhor o desempenho da empresa.

4 – Maior organização do armazenamento

Como os dados ficam todos no programa, a empresa tem mais organização e pode consultar informações antigas com facilidade. Além disso, os dados não correm o risco de serem perdidos.

5 – Estar em dia com a fiscalização

A automatização na emissão de notas fiscais ajuda a empresa a seguir as regras tributárias e estar em dia com a Receita Federal e as secretarias de Fazenda. 

Assim, o pequeno e médio empresário, por exemplo, evita cair em sonegação de impostos por erros de cálculo.

Comece a emitir Notas Fiscais no seu negócio hoje mesmo

Como você viu, emitir notas fiscais não é nenhum bicho de 7 cabeças. Basta ter toda a documentação necessária e seguir o passo a passo que te mostrei acima.

O MEI é obrigado a emitir nota fiscal em caso de prestação de serviço a outra empresa, ou seja, pessoa jurídica.

 Mas isso não impede que ele emita também para pessoas físicas, para ter o maior controle sobre o seu negócio possível.

A emissão de nota fiscal é apenas um dos pontos importantes na hora de fazer o planejamento de um Ecommerce. Existem diversos outros fatores que fazem a diferença no fim do dia.

Pensando nisso,nós liberamos uma Aula Gratuita: Como Criar seu Ecommerce e faturar até 30 mil reais em 90 Dias.

Nesta aula 100% Online e Gratuita, você vai conhecer o método exclusivo criado pelo maior especialista em Ecommerce do Brasil, Bruno de Oliveira.

Nela, você vai aprender como criar um Ecommerce DO ZERO e faturar seus primeiros 30 mil reais em até 90 dias.

Tudo isso de uma forma simples, segura e lucrativa.

Assista à aula gratuitamente Aqui:

QUERO ASSISTIR À AULA GRÁTIS!

A maior escola de Ecommerce do Mundo.

Compartilhar408CompartilharTwittarPin408 Compart.

Fonte: ecommercenapratica.com/blog/como-emitir-nota-fiscal-mei

Esta gostando do conteúdo? Compartilhe!

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram