Grupo Premier

oBlog GP

Como adaptar sua Loja Virtual ao cenário do COVID 19

Como adaptar sua Loja Virtual ao cenário do COVID-19 | Ecommerce na Prática

Compartilhar37CompartilharTwittarPin37 Compart.

A chegada do novo coronavírus no Brasil tem exigido adaptação nos hábitos de vida das pessoas e dos negócios. Ainda não se tem certeza do verdadeiro impacto que o Covid-19 pode causar no varejo nacional, mas  sabemos que o isolamento social já está mudando o comportamento do consumidor. Portanto, quais medidas devemos adotar para adaptarmos a loja virtual à nova realidade?

A wBuy, uma das melhores plataformas de Ecommerce do país, selecionou algumas estratégias eficazes para sua Loja Virtual e orientações riquíssimas neste momento tão importante.

A seguir, você encontra orientações para o consumidor – pensando em consumo consciente –  e para os pequenos e médios lojistas – com o objetivo de minimizar o impacto negativo que o cenário atual pode trazer para cada um de nós.

Como o consumidor deve se adaptar?

As principais dicas relacionadas ao comportamento do consumidor envolvem consumo consciente e segurança para evitar a disseminação.

Conhecendo as práticas que são indicadas para os consumidores, podemos entender quais são as melhores formas de adaptar a loja virtual.

Veja aqui as indicações para o consumidor:

Não estoque

Devemos nos preparar, mas sem tirar de quem precisa. Comprar dez itens iguais significa tirá-los de outras nove pessoas.

Siga orientações

De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), máscaras são para pessoas com sintomas da doença e para quem trabalha na área da saúde, não compre à toa.

Lavar as mãos com água e sabão já resolve, não exagere na compra do álcool em gel.

Invista na comunidade

Compre do pequeno.

Você, consumidor, tem em mãos o poder de escolha das empresas que acredita que devem continuar existindo.

Ao comprar de uma grande empresa, você será apenas mais um número. Já para o pequeno produtor, você pode fazer a diferença. 

Leia também: Como Montar uma Loja Virtual de ROUPAS?

Como as lojas podem se adaptar?

Agora que já sabe como está o comportamento geral, vale a pena entender como os processos dentro da sua loja virtual podem se adaptar a este cenário. E, mais do que isso, como pode criar estratégias para atrair pessoas para mais perto da sua loja virtual. 

1- Preço consciente 

Evite aumentar preços para lucrar mais com produtos essenciais neste momento. É tempo de pensarmos no coletivo e em como vamos oferecer os recursos da melhor maneira possível. Estamos lidando com vidas. 

2- Incentivo de prazo maior de frete

Se você já tem uma loja virtual – independente do segmento -, o conselho é aumentar o prazo de entrega em 10 dias para que a ida aos Correios seja melhor aproveitada, levando mais encomendas em menos viagens.

Oferecer a opção de venda com entrega para dois ou três meses à frente pode ser outra forma de atender o público, ao mesmo tempo em que gera caixa no curto prazo. Este é o tempo que se espera que esta situação esteja mais controlada.

3- Humanize a sua marca

É hora de saber se comunicar e aproveitar essa oportunidade para estar mais perto dos clientes. Use esse tempo para pensar fora da caixa, refazer seu plano de negócios e estudar novas estratégias.  Esta crise chegou para nos mostrar a importância de pensarmos nos nossos valores. 

4- Invista em parcerias

Procure saber como outras empresas estão percebendo e lidando com este momento e aproxime-se delas para ajudar e ser ajudado. Não deixe que o cenário atual te desanime: aproveite para criar conexões mais fortes com seus clientes, lojas vizinhas e o varejo do seu próprio segmento.

5- Acompanhe a saúde do seu negócio

Fique de olho no comportamento e nas expectativas do seu público. 

Como está o acesso ao seu site? Segue normal? A taxa de conversão permanece estável? 

Faça um bom planejamento para este momento e tenha metas claras e bem definidas para agir em cima do que é mais importante agora, com foco. Atuar com ansiedade significa diluir seus esforços que poderiam estar focados nos seus objetivos mais urgentes.

É importante saber quais são os gastos que terá nos próximos dois ou três meses e se preparar para isso. Por isso, estipule metas baseadas no quanto precisa vender neste momento. 

Em tempos de crise, o ideal é conseguir passar por ela sem muitas perdas. Se conseguir ganhar dinheiro, ótimo. 

>> Quer aprender como melhorar gerenciamento do seu negócio neste momento? Confira aqui Como Fazer Gestão de Riscos em Tempos de Crise.

6- Oportunidade de engajamento

Como a maioria das pessoas está em quarentena em casa, sobra mais tempo para navegar nas redes sociais. Por isso, é hora de movimentar suas contas:

  • Conte quais são os cuidados ou as medidas que sua loja está tomando;
  • Fale sobre a promoção ou produto em destaque que você oferece;
  • Mostre como os seus produtos podem ser interessantes em um cenário de quarentena ou contato físico reduzido;
  • Tem estoque de um produto que vende muito? Divulgue nas redes! Fale que conseguirá entregar. Caso consiga atender somente alguns Estados, deixe destacado na sua loja. O importante é manter seu cliente informado sempre;
  • Atualize seus seguidores sobre o status do seu negócio. Está produzindo? Está conseguindo entregar? Seus funcionários estão em casa trabalhando? Conte sobre seu dia a dia para os seguidores que já confiam na sua marca;
  • Caso você também tenha lojas físicas, busque estreitar laços com as pessoas que estão pelas ruas e bairros do seu negócio, gerando conteúdo que tenha a ver com eles. Eles poderão ser grandes aliados e público fiel da sua loja.

Veja aqui mais dicas sobre Como Posicionar o seu Ecommerce com o Avanço do Covid-19 no Brasil.

Como as empresas estão ajudando?

Diante do cenário, muitas empresas estão se mobilizando para pôr na rua ações que ajudem os negócios e população neste momento tão delicado. Trouxemos alguns exemplos:

Loja Integrada – Disponibilizou 2 meses gratuitos nos seus planos para todos os lojistas atuais do segmento farmacêutico. O objetivo da plataforma é facilitar a entrega dos produtos de primeira necessidade à comunidade, diminuindo os gastos dos lojistas;

Nubank – Criou um fundo financeiro de 20 milhões de reais e fechou parceria com as empresas de delivery iFood e Rappi; com o aplicativo de atendimento psicológico Zenklub; com a marca de pets Zee.Dog e com o Hospital Sírio-Libanês, oferecendo descontos e vouchers que facilitam o acesso dos clientes a essas marcas sem precisar sair de casa;

Ambev – Passou a produzir álcool em gel nas suas próprias fábricas e está doando para hospitais públicos em necessidade;

99 – Anunciou a doação de 4 milhões de reais em corridas para os governos municipais do Brasil e também criou um fundo especial com 10 milhões de dólares para dar apoio aos motoristas e colaboradores que forem diagnosticados com o Covid-19.

UFSC – Está desenvolvendo equipamentos médicos como máscaras e respiradores pulmonares, entre outros itens de proteção, para ajudar as instituições de saúde.

Ecommerce na Prática – criamos a Jornada do Empreendedor Imbatível para apoiar empreendedores de todos os segmentos a se manterem de pé durante a crise. Nesta Jornada, abordamos diversos assuntos que podem te ajudar a manter de pé o seu negócio.

Lá, você ganha acesso liberado a materiais exclusivos e treinamentos para te ajudar a caminhar com firmeza nesse momento tão incerto. E, além disso, também estamos fazer uma série de lives no Instagram diariamente, sempre com convidados especiais.

Para participar da Jornada do Empreendedor Imbatível, é só se inscrever. 

QUERO PARTICIPAR DA JORNADA DO EMPREENDEDOR IMBATÍVEL

A maior escola de Ecommerce do Mundo.

Compartilhar37CompartilharTwittarPin37 Compart.

Fonte: ecommercenapratica.com/blog/como-adaptar-sua-loja-virtual-e-vender

Esta gostando do conteúdo? Compartilhe!

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram