Grupo Premier

oBlog GP

imagem29-03-2022-13-03-09

Brasil ocupa 38ª colocação no ranking de competitividade da Fiesp • OEconomista

Compartilhar Notícias

Brasil ocupa 38ª colocação no ranking de competitividade da Fiesp

Autor: O Economista – 2 de outubro de 2008

Estudo elaborado pelo Decomtec da Fiesp mostra que o País não conseguiu alcançar o México e só se tornará mais competitivo se fizer as reformas necessárias. Em um ranking de 43 países que representam cerca de 90% do PIB mundial, o Brasil só aparece no 38º lugar, mantendo-se na mesma colocação que alcançou há quatro anos no Índice de Competitividade das Nações (IC-Fiesp).“Apesar de obter melhor nota – 17,4 no ano passado contra 20,2 neste ano -, o Brasil continua no mesmo lugar”, destacou nesta quarta-feira (1º) o diretor do Departamento de Competividade e Tecnologia (Decontec) da Fiesp, José Ricardo Roriz Coelho, durante a apresentação do IC-Fiesp, elaborado pelo Decomtec.

Segundo Roriz Coelho, a melhoria na nota se deve a fatores como os aumentos de reservas internacionais, dos juros básicos e de investimentos. Por outro lado, a balança de conta corrente e a alta carga tributária continuam sendo empecilhos para o ganho de competitividade, de acordo com o estudo. No ranking, atrás do Brasil só estão Índia, Colômbia, Filipinas, Turquia e Indonésia.

“A carga tributária brasileira não condiz com sua renda per capita. Ela tira condições de competitividade”, comenta. O custo desta carga para a indústria é elevado e, se fosse igual à de países semelhantes, em vez de R$ 174 bilhões, ela pagaria R$ 125 bilhões.

O IC mostra ainda que a relação entre competitividade e o PIB per capita é clara. “Os países com renda per capita semelhante à do Brasil apresentam elevado crescimento do PIB industrial, dentre os quais se destacam Rússia, República Tcheca, Polônia e China”.

Outra ponta

Apesar da grave crise financeira, os Estados Unidos continuam liderando a corrida pela competitividade. O diretor do Decomtec explicou que isso se deve aos bons índices de tecnologia, facilidades de crédito e abertura de empresas, IDH (Índice de Desenvolvimento Humano), entre outros. Em seguida, aparecem Noruega, Japão, Suécia e Suíça

, , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

Comentários

Registre-se ou faça login para comentar.

  • ROSEMARY OLIVEIRA DE JESUS

    14/10/2009 – 21:56:28

    O Brasil precisa melhorar a renda per capita. Toda a riqueza do Brasil é do seu povo que vivem sem educação saúde e segurança. O mundo esta voltado para o Brasil, temos um povo carismático e recursos naturais e temos todos os tipos de energia Projeto Nacional de longo prazo (emprego qualificação) Precisamos para de vender uma tonelada de grão por um simples aparelho célula. Não temos conflitos religiosos e étnicos, é claro que temos uma economia que interessa ao mundo. e que existe é especulação e poucos ganhado com isso. só a ditribuição de renda e educação e boa gestão é que fara esse Brasil melhorar. o resto é só matematica.

Aprenda a organizar suas finanças, entenda mais de economia para fazer seu dinheiro render e conheça investimentos para incrementar sua renda
Aprenda a organizar suas finanças, entenda mais de economia para fazer seu dinheiro render e conheça investimentos para incrementar sua renda

Fonte: www.oeconomista.com.br/brasil-ocupa-38%c2%aa-colocacao-no-ranking-de-competitividade-da-fiesp

Esta gostando do conteúdo? Compartilhe!

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram