Grupo Premier

oBlog GP

8 Técnicas de Vendas para Iniciantes no Ecommerce

8 Técnicas de Vendas para Iniciantes no Ecommerce | Ecommerce na Prática

Compartilhar35CompartilharTwittarPin35 Compart.

Grande parte das pessoas que resolvem apostar no empreendedorismo digital passam por dificuldades na hora de concluir a venda e desistem de continuar pela falta de resultados…  Porém, o que essas pessoas ignoram é que existem técnicas de vendas essenciais para quem está no Ecommerce. 

E é justamente para te ajudar a aumentar as vendas que eu vou pontuar, ao longo deste artigo, as 8 melhores técnicas de vendas para você começar da forma certa, gerando o tão desejado lucro.

Índice:

1- Tenha a persona do seu negócio definida

persona   tecnicas de venda
persona tecnicas de venda

Você já tem ideia para quem você vai vender?

Se a resposta for não, então é o hora de definir a persona do seu negócio

Vou te dar uma breve explicação: a persona do seu negócio é o personagem fictício do cliente ideal, aquele pessoa que você quer atingir. E isso vai um pouco além do que simplesmente mapear o seu público-alvo.

Vamos supor que o seu Ecommerce tem um público-alvo de mulheres com a idade entre 18 e 30 anos, moradoras do Rio de Janeiro. Essa é uma visão geral das pessoas com potencial de compra… mas não diz muito sobre elas de verdade.

Por isso, é importante definir uma persona e ir além. Essa persona é uma segmentação ainda mais específica do seu público-alvo, de modo que você consegue entender exatamente com quem você quer falar e como consegue alcançar essa pessoa.

Para você ter uma ideia das coisas que pode descobrir ao fazer a análise sobre a persona: do que ela gosta, quais são os valores que tem, o que deseja, o que sonha, o que defende, o que sente…

E você pode usar tudo isso para ter uma comunicação mais atrativa e eficiente.

Assim, na hora de vender, consegue ter um perfil detalhado e ideias do que precisa envolver na conversa para conseguir vender.

2- Não venda produtos, solucione problemas! 

O seu produto não foi criado simplesmente para gerar receita para o negócio. Ele foi criado para solucionar um problema!

Essa é a coisa mais importante que deve ter em mente na hora de vender esse produto para alguém… Afinal, as pessoas não compram produtos porque querem apenas gastar dinheiro, elas querem solucionar problemas e diminuir as dores. 

Portanto, procure entender os problemas dos seus clientes e apresente, na sua argumentação, as soluções que seu produto tem para esses problemas.

Uma vez que você entende quais são os desejos e necessidades das pessoas (conforme falei no primeiro tópico), poderá oferecer o produto ideal para cada uma delas.

E isso poderá ser feito, inclusive, de forma orgânica, pois poderá criar conteúdos de valor para despertar o desejo nessas pessoas (vou falar melhor sobre isso nos próximo tópicos).

Ou seja: a sua venda vai acontecer mesmo que não esteja na frente do computador ou no celular argumentando.

Todo esse processo faz parte da experiência de compra do seu cliente e reflete diretamente no posicionamento da marca na mente dele. 

Quando começar a oferecer soluções e benefícios em vez de produtos, verá que seu negócio vai ficar na mente das pessoas e suas vendas vão aumentar.

Use isso a seu favor como estratégia de Marketing. 

3- Atendimento ao Cliente eficaz

Atendimento ao cliente
Atendimento ao cliente

Seu cliente terá dúvidas – como todo cliente – e é sua obrigação responder a cada uma delas com cordialidade e simpatia. Neste momento, o modo como vai responder a essa dúvida pode significar uma venda concluída ou… uma venda perdida, se fizer isso errado.

É bem comum que, no início, você receba perguntas demais e, como não tem ajuda, acabe acumulando mensagens não respondidas. Embora dê para entender a razão disso acontecer (você está envolvido em outros processos), o seu possível cliente não vai esperar por uma explicação.

Ele vai embora.

Não é à toa que a etapa de Atendimento do Cliente faz parte do método de 6 etapas para estruturar e alavancar um Ecommerce de sucesso… isso realmente faz diferença para a lucratividade da sua empresa.

Por isso, dê atenção máxima às dúvidas que surgirem na sua caixa. 

Como as pessoas ainda têm receio de comprar online, elas se sentem inseguras sobre o produto, sobre fornecer dados pessoas, sobre prazos de entrega… e, como você ainda está iniciando, precisa construir a autoridade e confiabilidade da sua marca para que a venda seja realizada.

Então não tem jeito: os possíveis clientes vão entrar em contato com você. 

E é sua obrigação responder essas pessoas e quebrar ao máximo as objeções que podem surgir. 

A verdade é que não importa qual for o motivo do contato, você precisa realizá-lo com eficácia e ter respostas para as perguntas.

Isso também faz parte da experiência de compra do cliente e ele precisa ficar satisfeito com todas as fases de compra do seu negócio.  

Se algo está atrapalhando a jornada de compra do cliente, não pense duas vezes e resolva isso…

Afinal, não queremos que você perca clientes logo no ínicio da sua caminhada do Ecommerce. 

Portanto, é importante fazer um bom atendimento ao cliente e mostrar a ele que está preocupado em resolver o problema.

4- Crie conteúdo de Valor

Nessa fase inicial, você precisa atrair clientes para o seu negócio e a melhor forma para isso é criando conteúdo de valor para os canais de comunicação do seu negócio. 

Aproveite as ferramentas que redes sociais – como o Instagram e o Facebook – possuem e crie postagens criativas que transmitam sua autoridade para sua audiência.

Entenda que, quando falo sobre conteúdo de valor, quero dizer conteúdos que vão quebrar objeções, que vão conversar com as pessoas com interesse no seu nicho e que vão chamar a atenção para a sua marca. 

Só fazer postagens de fotos simples dos produtos não vai te ajudar a atrair uma audiência grande para o seu negócio.

Se você não pensar em um diferencial, não vai se destacar e vai acabar sendo ignorado pelas pessoas. 

Vou exemplificar para você entender melhor… 

Suponha que você tenha um Ecommerce de itens para carros. Para criar postagens de valor para a sua audiência, precisa criar conteúdo relacionado ao segmento, porque ninguém está nas redes sociais em busca de itens para carro. As pessoas estão, em geral, olhando carros ou temas relacionados e acabam sendo atraídas pelos itens, o que leva a pessoa à compra.

Nesse sentido, você poderia abordar os seguintes temas: carros mais vendidos no mundo, principais problemas que os carros têm, dicas rápidas de mecânica… 

Isso mostra que você tem domínio e um vasto conhecimento sobre o nicho que trabalha! Ou seja: as pessoas vão confiar na sua marca. 

Invista nessa estratégia e se diferencie entre a concorrência! 

5- Utilize técnicas de SEO na sua loja virtual 

Essa dica é voltada para aqueles que já possuem uma loja virtual ativa. Quando vemos que as vendas estão baixas, imediatamente acreditamos que tem algo errado com as técnicas de vendas e estratégias de marketing que foram idealizadas…

Mas esquecemos que, antes de tudo isso, um site precisa de tráfego.

Em geral, as lojas virtuais que vendem pouco possuem baixo volume de tráfego.

Isso costuma acontecer porque o seu site não está bem posicionado dentro dos buscadores, como o Google, por exemplo. 

Mas como melhorar o ranqueamento do seu site? 

Basta aplicar técnicas de SEO eficazes e, com o tempo, você vai perceber o aumento do tráfego no seu site. 

Aqui no blog Ecommerce na Prática, temos um artigo com o passo a passo completo para te ensinar a ranquear a sua loja virtual no buscador do Google. Confira aqui:

Técnicas de SEO: como chegar ao topo do Google.

Aplicar essas técnicas é uma estratégia indispensável para ganhar visibilidade e atrair mais visitantes no seu site por meio de tráfego orgânico. 

Quanto mais pessoas visitando o seu site, mais chances de se tornarem leads e futuros clientes em potencial! 

6- Aproveite os assuntos do momento

Fique atento a tudo que está rolando na internet que possa ter relação com o seu produto. 

Você pode usar assuntos ou notícias virais e trazer para o seu conteúdo para atrair novas pessoas para as suas redes e, assim, conquistar possíveis clientes. 

Além disso, o Marketing Sazonal também se torna uma ótima opção de assuntos do momento. 

Se você tem algum produto que tenha relação com o carnaval, por exemplo, é possível fazer campanhas para impulsionar as vendas. 

Portanto, faça um planejamento com todas as datas do ano que são relevantes para o seu negócio e comece a traçar ações para promover seus canais de comunicação. 

7- Quebre todas as objeções 

Outro ponto indispensável para você que está começando agora é não focar apenas em vender o produto… Pode parecer estranho, mas, se assim o fizer, pode esquecer de quebrar as objeções e o cliente não vai concluir a compra.

Mas, quais são essas objeções? 

  • Cliente que não quer pagar o frete; 
  • Não tem dinheiro o suficiente; 
  • Não precisa do produto; 
  • Insegurança com a compra online.

Essas são as principais dúvidas que surgem na hora de uma compra, mas existem outras que você pode mapear à medida em que for conversando com a clientela. 

Uma forma de quebrar várias dessas objeções de uma vez é gerando conteúdo de valor nas redes sociais, como dito no tópico 4. 

Nesses conteúdos, você precisa mostrar ao cliente os benefícios de adquirir o seu produto e que vale a pena ser o cliente da sua loja! 

Portanto, o melhor a se fazer é encontrar um método que diminua o máximo possível essas objeções 

8- Foque no pós-vendas

As técnicas de vendas não se resumem apenas na jornada de compra do seu cliente… Você também deve focar no pós-venda do seu produto. 

Se a experiência de compra do cliente foi ótima, as chances dessa pessoa voltar e se tornar um cliente fidelizado são grandes. 

Conquistar um cliente custa caro, então não permita que esse cliente vá embora e não retorne para fazer mais compras. 

Algumas coisas que podem ser feitas para aquecer o relacionamento da empresa com o cliente são:

  • Entrar em contato para saber como foi a experiência com o produto e entrega;
  • Enviar uma cartinha junto com o produto, como um “mimo”;
  • Oferecer descontos para próximas compras;
  • Enviar dicas relacionadas ao produto que a pessoa comprou;
  • Enviar conteúdos de valor para aquele estilo de cliente.

Assim, você estará demonstrando preocupação e interesse de proporcionar o melhor serviço possível. 

É uma estratégia bem simples, mas que vai te ajudar a fazer os clientes retornarem a fazer compras no seu negócio. 

Além disso, conversando com os seus clientes, você conseguirá captar informações e feedbacks sobre o seu serviço que podem te ajudar no crescimento e otimização do seu negócio. 

Ajuste a estrutura do seu negócio e comece a vender online! 

Com todas essas dicas, você consegue notar que um Ecommerce não se resume a apenas anunciar um produto e vender.

Por trás de cada venda, existe uma estratégia bem pensada para atrair, converter e engajar o cliente com a empresa. 

E toda essa estratégia começa com a definição da persona. Conhecendo as necessidades dos seus clientes e gerando conteúdo de valor, certamente sua comunicação será muito mais efetiva e, consequentemente, você vai vender.

Por isso que definir a persona foi o primeiro tópico a ser evidenciado aqui. É o passo primordial para atingir as pessoas certas! 

Caso você ainda não tenha a persona do seu negócio bem definida, baixe agora o nosso Mapa de Empatia gratuito!

Com esse material exclusivo, você vai ter todo o direcionamento necessário para ser mais assertivo ao fazer os anúncios e conquistar novos clientes.

QUERO BAIXAR MAPA DE EMPATIA

A maior escola de Ecommerce do Mundo.

Compartilhar35CompartilharTwittarPin35 Compart.

Fonte: ecommercenapratica.com/blog/tecnicas-de-vendas

Esta gostando do conteúdo? Compartilhe!

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram