Grupo Premier

oBlog GP

5 Dicas Úteis do que Fazer com o Empréstimo PRONAMPE

5 Dicas Úteis do que Fazer com o Empréstimo PRONAMPE | Ecommerce na Prática

Compartilhar14CompartilharTwittarPin14 Compart.

O governo brasileiro criou o PRONAMPE (Programa Nacional de Apoio às Microempresas e Empresas de Pequeno Porte).  A linha de crédito especial recebeu o valor de R$ 15,9 bilhões, com o objetivo de ajudar micro e pequenas empresas do mercado e, principalmente, evitar uma onda de demissões.

Se você é micro ou pequeno empreendedor e pretende solicitar o empréstimo PRONAMPE, é essencial que leia este artigo para saber como funciona a linha de crédito…

Ao final, ainda te daremos 5 dicas sobre o que fazer com esse empréstimo. Veja:

empréstimo pronampe
empréstimo pronampe

Clique aqui e aprenda a alavancar seu Ecommerce com estratégias exclusivas no treinamento Viver de Ecommerce.

Índice:

O que é o empréstimo PRONAMPE?

O empréstimo PRONAMPE é uma forma de ajudar empresas que ainda estão em fase de desenvolvimento e estruturação a passarem por um período de crise econômica sem precisar tomar medidas drásticas como demissões…

E a sua empresa pode usar este benefício para se recuperar…

Se você tem uma microempresa (ME) – faturamento anual de até R$ 360 mil reais – ou uma empresa de pequeno porte (EPP) – faturamento até R$ 4,8 milhões por ano -, pode fazer um empréstimo PRONAMPE. 

Mas, para ter acesso a linha de crédito, é fundamental que você esteja em dia com as declarações enviadas à Receita Federal

Entenda como funciona:

Como Funciona o Empréstimo PRONAMPE

Você, como micro ou pequeno empreendedor, pode pedir um empréstimo de 30% do valor do seu faturamento no último ano (2019)…

E ainda assim haverá um limite de empréstimo de R$ 108 mil para as microempresas e R$ 1,4 milhão para as pequenas empresas. 

Se a sua empresa tem menos de um ano, o valor do empréstimo aumenta para até 50% do capital social (isso se for mais vantajoso para as suas necessidades). Você também pode optar por 30% da média da receita mensal apurada desde o início das atividades da sua empresa.

Feito isso, a primeira pergunta que costuma surgir é… “Em quanto tempo tenho que pagar tudo?” 

O prazo estipulado pelo programa é de até 36 meses para realizar o pagamento do empréstimo – ou seja, são 3 anos.

Esse prazo já inclui o período de carência de até 8 meses, segundo o inciso II do artigo 5º do Regulamento do Programa de Garantia FGO Pronampe. 

Além do valor do empréstimo, você ainda deverá acrescentar a taxa de juros anual máxima que será somada ao valor total do empréstimo. Essa taxa é a Selic, que, atualmente, está em 3%, mais a taxa de 1,25% ao ano.

Mas não se assuste: esta, na verdade, é uma taxa bastante acessível.

Ao invés de você procurar por um empréstimo com taxas altas e prazos curtos de pagamentos, o PRONAMPE permite que você consiga fazer o mesmo com valores bem mais baixos, durante um tempo muito maior. 

É uma forma de salvar o seu negócio e garantir que a todas as operações continuem funcionando durante a crise…

Só atente-se aos seguintes fatores:

  • Faça as contas para saber o valor final que deverá quitar e deixe isso já registrado na sua folha de custos para o futuro;
  • Toda empresa que aderir ao empréstimo PRONAMPE não poderá demitir seus funcionários no período de dois meses.
  • O valor do empréstimo não poderá ser utilizado para distribuição de lucros e dividendos entre os sócios. 

Garantias do Empréstimo PRONAMPE 

Você também possui uma garantia ao solicitar o empréstimo PRONAMPE.

Segundo o site do Sebrae, há uma Garantia pessoal do valor do empréstimo acrescido dos encargos que servem para as empresas em funcionamento há menos de 1 ano. Neste caso, a garantia poderá alcançar 150% do valor do empréstimo.

Onde pode fazer este empréstimo?

De acordo com o site do SEBRAE, essas são as instituições financeiras que aderiram ao PRONAMPE: 

  • Banco do Brasil S.A.; 
  • Caixa Econômica Federal;
  • Banco do Nordeste do Brasil S.A.;  
  • Banco da Amazônia S.A.;  
  • Bancos estaduais e as agências de fomento estaduais; 
  • Cooperativas de crédito e os bancos cooperados;
  • Instituições integrantes do sistema de pagamentos brasileiro;
  • Plataformas tecnológicas de serviços financeiros (fintechs); 
  • Organizações da sociedade civil de interesse público de crédito;
  • Demais instituições financeiras públicas e privadas autorizadas a funcionar pelo Banco Central do Brasil. 

Antes de qualquer coisa, verifique se realmente a sua instituição financeira já aderiu ou ainda vai aderir ao PRONAMPE. Há possibilidade de mudanças aos longo do caminho, por isso não custa verificar. 

Usando o empréstimo Pronampe a favor da sua empresa

Agora que você já sabe como funciona o empréstimo PRONAMPE, entenda: você precisa saber utilizar este dinheiro a favor da sua empresa da melhor forma…

Para que possa fazer isso, nós conversamos com a Babi Tonhela, consultora de Ecommerce e Head de Produtos do EnP, que trouxe algumas úteis para te ajudar a direcionar melhor esse dinheiro…

Lembre-se de que esse dinheiro serve para manter o seu negócio de pé e fazer com que você não feche as portas. 

Ou seja, é uma atitude de caráter emergencial e o dinheiro deve ser usado em prol do funcionamento da empresa… Afinal, tudo o que você menos deseja nesse momento são mais dívidas ou falta de dinheiro, certo? 

Essa linha de crédito é uma forma de fortalecer do seu negócio para encarar a crise de frente com uma fonte de renda disponível. 

Veja as indicações da especialista para te ajudar neste sentido:

1- Pagar dívidas em aberto 

Antes de mais nada, você precisa aproveitar o empréstimo para pagar as dívidas que estão em aberto ou já foram renegociadas. Faça uma lista com todas as suas dívidas e veja quanto é necessário para quitá-las.

Se o empréstimo for o suficiente para você pagar as dívidas, já é um grande passo para manter seu negócio de pé. Do contrário, entre em contato com os envolvidos e faça uma renegociação de forma que você consiga pagar aos poucos. 

2- Pagar despesas operacionais

As despesas operacionais são salários, contas de água e luz, aluguel… Gastos mensais que você tem para manter a empresa funcionando. 

Caso o salário dos seus funcionários esteja atrasado, utilize esse dinheiro do PRONAMPE para colocar o pagamento em dia (lembre-se que, ao fazer o empréstimo, você não pode demitir os seus funcionários). 

E se os outros gastos também estiverem em atraso e você precisa mantê-los para que o seu negócio funcione regularmente, use empréstimo para isso…

Mas aconselhamos que você faça uma análise do que realmente é essencial ou não

Assim, você pode cortar alguns custos que não estão sendo necessários no momento, economizando dinheiro. 

Falando em economizar dinheiro, você pode usar parte do empréstimo PRONAMPE para melhorar a operação da sua empresa (claro, se estiver em dia com as dívidas). 

Vamos falar sobre isso nas próximas dicas…

3- Investir na digitalização da empresa

Ter o empréstimo em mãos é uma boa oportunidade de digitalizar a sua empresa para continuar vendendo e voltar a crescer. 

Essa é uma tecla que estamos batendo há muito tempo…

Se você tem um negócio físico que não está se sustentando mais, provavelmente é porque não está posicionado no Ecommerce. 

Mas para você vender na internet, é importante garantir um sistema de gestão adequado para as vendas online e que integre com seu ponto físico, como o Bling ERP (um sistema de gestão empresarial em nuvem para micro e pequenas empresas).

E você também vai precisar de outros elementos para digitalizar a sua empresa, como canais de venda, canais de audiência, investimento em anúncios… ou seja, uma estrutura digital para começar a vender na internet. .

4- Investir em relacionamento com cliente nas redes sociais 

O relacionamento com o cliente nas redes sociais vai te ajudar a manter o nome da marca aquecida no mercado, aumentando as chances de venda. 

Por isso, invista tanto em Marketing de Conteúdo, quanto em atendimento nas redes sociais e no Whatsapp. O conteúdo vai ser o pilar para alcançar novas pessoas e engajar a sua audiência, enquanto o atendimento vai auxiliar na fidelização de clientes. 

5 – Investir em conhecimento 

Essa talvez seja a dica mais valiosa de todas: invista em CONHECIMENTO. Aprender nunca é demais e para que você tenha uma empresa de sucesso, é necessário estudar mais sobre o mundo dos negócios. 

Ter conhecimento vai te ajudar a sair de situações complicadas de crise e mais do que isso…  vai te ajudar a continuar crescendo. 

Esse é o caso de muitos dos nossos alunos que entenderam que vender na internet é a melhor saída para quem quer continuar empreendendo no mercado hoje. 

Aposte na transformação digital para vender mais 

A transformação digital do seu negócio é uma oportunidade de gerar dinheiro o suficiente não só para pagar o empréstimo, mas também para trazer lucro a empresa. 

Como fazer isso? 

Garantindo a sua vaga no Treinamento Viver de Ecommerce. 

Neste treinamento, você vai aprender a alavancar seu Ecommerce com estratégias criadas exclusivamente para o mercado digital.

Com o Método Exclusivo do Viver de Ecommerce, você vai aprender: 

  • Replanejamento e a estrutura necessária para vender online;
  • Princípios para Criar seu Mercado;
  • Processos para a Gestão inteligente do seu negócio;
  • Alavancar as Vendas do seu Ecommerce.

Saiba mais sobre o treinamento Viver de Ecommerce AQUI:

QUERO VIVER DE ECOMMERCE

A maior escola de Ecommerce do Mundo.

Compartilhar14CompartilharTwittarPin14 Compart.

Fonte: ecommercenapratica.com/blog/emprestimo-pronampe

Esta gostando do conteúdo? Compartilhe!

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram